Record cai em 'trote' durante reportagem e dá prejuízo a anunciantes

'Checar a informação é uma das primeiras coisas que um jornalista aprende na faculdade', disse Geraldo Luis

Por O Dia

Rio - Rolou o maior climão na produção do programa "Domingo Show", apresentado por Geraldo Luís na Record. Uma equipe da atração embarcou para Pernambuco e acabou caindo em um 'trote'.

O programa quis mostrar a vida de Denis José da Silva, de 17 anos, garoto de origem humilde, que mora em um casebre com seus pais e mais três irmãos na cidade de Ribeirão (a 88 km de Recife), e chegou a pedir esmolas para ter o que comer em casa.

Geraldo Luís é o apresentador do 'Domingo Show'Divulgação


Em junho, o rapaz foi manchete de diversos sites pelo fato de ter sido aprovado no curso de medicina de uma universidade do Canadá após ter participado do programa de intercâmbio "Ganhe o Mundo", financiado pelo governo de Pernambuco. Após esta viagem, ele disse ter se inscrito no vestibular da Universidade de Manitoba, feito o teste online e recebido o e-mail com sua aprovação.

A história seria um prato cheio para o "Domingo Show", que pensou em preparar uma longa reportagem para mostrar a guinada na vida desta família. E assim, uma equipe com seis profissionais, encabeçada pela repórter Merie Gervásio, embarcou rumo a Pernambuco para fazer o relato.

Para o desfecho da matéria, a produção convocou os habituais patrocinadores do programa. Muitos aceitaram, e todos tiveram que arcar com as próprias despesas, incluindo passagem, hospedagem e alimentação.

Denis e sua família chegaram a ganhar muitos presentes e prêmios em dinheiro. O problema é que a Secretaria de Educação de Pernambuco soube da reportagem e entrou em ação. Denis havia caído em um trote e não havia sido aprovado na Universidade de Manitoba. Ele recebeu um falso e-mail, com erros de inglês, e o rapaz acreditou que aquele era o passaporte de sua nova vida.

A produção do "Domingo Show" soube do 'trote' somente quando já estava em São Paulo. O apresentador Geraldo Luís apontou a falta de checagem das informações como o principal erro. "Checar a informação é uma das primeiras coisas que um jornalista aprende na faculdade", disse o apresentador em reunião com sua equipe.

Alguns dos representantes das empresas que investiram na história se mostraram irritados com a falha da produção.

A Record confirmou a história, mas diz que o relacionamento com as empresas que participam do programa não foi abalado e também garantiu que não houve nenhum tipo de estresse por parte de Geraldo Luís.

Últimas de Televisão