Inflação para famílias que ganham menos desacelera, diz FGV

IPC-C1 fechou março com alta de 0,44%

Por O Dia

Rio - A inflação para as famílias que ganham entre um e 2,5 salários mínimos recuou de fevereiro para março. Segundo dados divulgados ontem pelo Instituto Brasileiro de Economia, da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV), em março a alta do Índice de Preços ao Consumidor - Classe 1 (IPC-C1) caiu para 0,44%, taxa 0,29 ponto percentual abaixo da apurada em fevereiro, quando registrou variação de 0,73%. Com o resultado, o indicador acumula alta de 3,1%, no ano e, 9,99%, nos últimos 12 meses.

Segundo os dados divulgados pela FGV, quatro das oito classes de despesa que compõem o índice das famílias de menor renda apresentaram decréscimo em suas taxas de variação. Os destaques do levantamento foram transporte, que chegou a cair 1,36 ponto percentual entre fevereiro e março (1,55% para 0,19%); habitação (queda de 0,08% para uma inflação negativa de 0,43%); saúde e cuidados pessoais (0,58% para 0,36%) e despesas diversas (1,84% para 0,97%).

Últimas de Economia