FGV: Dia das Mães será econômico

Pesquisa mostra que 52% dos filhos pretendem gastar menos

Por O Dia

Rio - As mães devem esperar presentes mais simples e mais baratos dos filhos amanhã, de acordo com a Sondagem do Consumidor, especial Dia das Mães, divulgada ontem pela Fundação Getulio Vargas (FGV). O levantamento aponta que, por causa do pessimismo em relação à situação financeira das famílias, o consumo na data comemorativa este ano será o menor desde o início da série histórica, em 2007.

Em 2015, 39% dos consumidores pretendiam gastar menos que ano anterior. A proporção subiu 13 pontos percentuais e este ano, 52% dos filhos pretendem investir menos no presente. Uma maneira de driblar a crise é aproveitar pontos do programa de fidelidade para comprar um presente sem pôr a mão no bolso. Na Dotz, por exemplo, são oferecidos oito estilos de presentes para as mães. A variedade na troca de pontos por presentes deve incrementar os negócios em 140%, avalia Daniel Campos, diretor de Produtos e Clientes da Dotz.

Últimas de Economia