Trabalhador pode ver se nome está em lista do abono do PIS/Pasep

O prazo para a retirada termina na próxima quarta-feira

Por O Dia

Rio - Os trabalhadores que ainda não sacaram o abono salarial do PIS/Pasep ano-base 2014 agora podem consultar, em lista nominal, no site do Ministério do Trabalho, se têm direito ao benefício. A pasta publicou ontem listagem com nomes dos mais de 904 mil beneficiários pendentes (no Rio são 94.672, segundo estado com o maior número, atrás de São Paulo). O prazo para a retirada termina na próxima quarta-feira. 

O valor disponível é de R$ 880, equivalente a um salário mínimo, e pode ser retirado em agências da Caixa ou do Banco do Brasil, dependendo do programa.

O abono é concedido a quem exerceu atividade remunerada por pelo menos 30 dias em 2014 e tenha recebido até dois salários mínimos mensais naquele período. É preciso estar cadastrado no PIS/Pasep há, no mínimo, cinco anos e ter tido dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

R$ 18 bilhões pagos

Foram pagos mais de R$ 18 bilhões a 22,2 milhões de trabalhadores desde o início do calendário do ano-base 2014, número equivalente a 94,45% do total de beneficiários. Se não for sacado, o recurso será devolvido ao Fundo de Amparo ao Trabalhador.

Para sacar o PIS, o beneficiário precisa verificar se o valor não foi depositado diretamente em sua conta. Do contrário, deve procurar uma agência da Caixa ou casa lotérica levando o Cartão Cidadão e senha cadastrada.

Depois, com documento de identidade, basta retirar o abono em qualquer agência Caixa. Os cadastrados no Pasep só precisam procurar uma agência do BB e apresentar documento de identificação.

Consulta

Para ver se seu nome está na lista dos trabalhadores que têm direito ao abono, basta acessar o site do www.mte.gov.br, clicar no banner “Abono Salarial” e pesquisar. Lá, os nomes estão organizados por estados, cidades e em ordem alfabética.

Outra forma de verificação funciona por meio de pesquisa por CPF ou número de cadastro no PIS-Pasep, disponível em https://abonosalarial.mte.gov.br/.

Últimas de Economia