Pelé se defende e declara apoio a manifestações após polêmica em vídeo

Por mensagem em rede social, embaixador da Copa de 2014 mudou o tom e pediu para não ser mal interpretado

Por O Dia

Rio - Após a publicação de um vídeo pedindo o fim das manifestações pelo país nesta quarta-feira, Pelé voltou a público para esclarecer suas declarações. Pelo Twitter, o ex-jogador mudou o tom, declarou apoio aos protestos e pediu para não ser mal interpretado.

"Eu sempre lutei contra a corrupção. No meu milésimo gol, eu falei sobre a importância da educação de nossas crianças. Por favor, não me entendam mal. Eu somente peço a todos que apoiem a nossa seleção brasileira e não descontem as frustrações neles", escreveu o também embaixador da Copa do Mundo de 2014.

Vídeo publicado nesta quarta-feira traz Pelé pedindo apoio à SeleçãoReprodução Vídeo

Nas imagens divulgadas anteriormente, Pelé pediu para a população voltar sua atenção à Copa das Confederações e "esquecer" a mobilização que vem tomando as ruas nos últimos dias.

"Vamos esquecer toda essa confusão que está acontecendo no Brasil, todas essas manifestações. Não vamos vaiar a Seleção, vamos apoiar até o final", disse.

Nesta quarta-feira, durante a partida entre Brasil e México, em Fortaleza, torcedores levaram cartazes de protesto, mas não deixaram de apoiar a equipe do técnico Luiz Felipe Scolari na vitória por 2 a 0 no Castelão. Do lado de fora do estádio, cerca de 30 mil manifestantes se mostraram contrários aos gastos com a Copa do Mundo.


Últimas de Esporte