Brasil reage no último quarto, vence o México e está na final do Super Four

Seleção vai encarar a rival Argentina na decisão da competição

Por O Dia

Goiás - O Brasil sofreu, ficou a maior parte do jogo atrás do placar, mas mostrou força para virar e vencer o México por 88 a 81, neste sábado, em Anápolis. A Seleção continua invicta na fase de preparação para a Copa América e agora vai enfrentar a Argentina, que bateu o Uruguai, na final do Super Four, neste domingo, às 21h30. Até agora, os comandados de Magnano têm quatro vitórias em quatro jogos (são dois triunfos sobre Uruguai e México).

Benite brilhou no último quarto e ajudou na virada brasileiraDivulgação

Neste sábado, a Seleção começou o jogo com a seguinte formação: Marcelinho Huertas, Larry Taylor, Alex, Rafael Mineiro e Caio Torres. O Brasil encontrou problemas na rotação do elenco. A defesa foi outro ponto fraco. Quando acertou a marcação, na reta final do jogo, os brasileiros conseguiram a virada e mais uma vitória.

O cestinha da seleção brasileira foi o pivô Caio Torres, autor de 19 pontos, e que ainda fez um duplo-duplo ao pegar 10 rebotes. A parceria do gigante com o armador Marcelinho Huertas é promissora. A dupla deu trabalho ao México. Huertas, com nove assistências ao todo, cansou de servir o pivô. Arthur fez 14 pontos, quatro a mais do que Crisitiano Felício, reforço do Flamengo.

Pelo México, Martinez anotou 20 pontos e foi o cestinha do jogo. Outro destaque foi Hernandez, que assinalou 14 pontos.

O JOGO

Após um primeiro quarto equilibrado, o México abriu vantagem na segunda parcial. O Brasil, com reservas em quadra, não conseguia se encontrar e ainda era passivo na defesa. Magnano rapidamente recolocou o time titular. Sob a batuta de Marcelinho Huertas e Caio Torres, a Seleção reagiu e encostou no placar, diminuindo para quatro pontos (49 a 45) a diferença que chegou a ser de 11.

Os erros do Brasil não diminuíram no terceiro quarto. A Seleção até encostava no placar, mas, irregular, via o México voltar a abrir vantagem, com destaque para Hernandez e Martinez. O panorama mudou na reta final do último quarto. O Brasil acertou a marcação e passou a explorar o contra-ataque. A virada veio em lance de Alex, fundamental, sobretudo na defesa, na reação brasileira ao lado de Benite. Marcelinho Huertas e Caio Torres também se destacaram ofensivamente. O Brasil mostrou força e fechou o jogo por 88 a 81.

Últimas de Esporte