Rafael dos Anjos levará os filhos ao combate contra Anthony Pettis

Lutador brasileiro se prepara para a disputa do cinturão

Por O Dia

Rio - Se promessa é dívida, chegou a hora de Rafael dos Anjos pagá-la. A sorte do peso-leve é que seus credores têm seu sangue e são fãs de carteirinha. Com a chance de conquistar o cinturão da categoria contra Anthony Pettis, no UFC 185, dia 14, em Dallas (EUA), o brasileiro vai, enfim, levar os filhos Rafael, 6 anos, e Gustavo, 14, ao ginásio pela primeira vez. Ver as crias a poucos metros do octógono inspira o faixa preta de jiu-jítsu para o maior desafio de sua carreira.

Rafael dos Anjos vai lutar pelo cinturãoDivulgação

“Meus filhos sempre assistiam em casa, pela TV, e prometi que só os levaria quando disputasse o cinturão. Fiz essa promessa quando nos mudamos para os EUA. Chegou a hora de cumprir o combinado (risos). Será especial. O momento é ainda mais emocionante por causa disso. Eles são parte de mim e fazem parte disso tudo que estou vivendo”, diz Rafael.

LEIA MAIS: Notícias, lutas e bastidores: tudo do mundo do MMA

MAIOR CHANCE NA CARREIRA

Aos 30 anos, o brasileiro encara sua primeira disputa de cinturão no UFC com a maturidade de quem demorou para engrenar no evento, mas que já enfileirou adversários duríssimos. As duas últimas vitórias, sobre Nate Diaz e Ben Henderson, o credenciaram para pegar Pettis numa das lutas mais aguardadas do ano.

“A gente fica nervoso, tenso. É normal. Mas até que estou tranquilo, na medida do possível. Acredito que tudo venha no tempo certo. Adquiri muita experiência. Sei que a minha categoria é difícil e disputada, mas Deus não te dá bênção pela metade. Se fui escolhido para a disputa é porque mereço estar lá. E vou sair com o cinturão”, avisa.

Anthony Pettis ainda é um campeão que busca afirmação. Oriundo do taekwondo, ele tem a luta de pé como carro-chefe. Embora tenha bom nível no solo, não vai querer se embolar no chão com Rafael dos Anjos. O brasileiro tem consciência disso e está preparado.

“Vou chegar lá e fazer uma luta de MMA. Não vou revelar a estratégia, mas estou preparado para trocar com o Pettis ou ir para o solo. Vou deixar o combate se desenrolar e ver o que vai me oferecer”, garante. E mostra que não conquistou a posição de desafiante à toa: “Lutei contra os melhores. Não caí do céu, nada cai do céu. Estou feliz de estar nessa posição e quero muito mais.”

UFC 185, em Dallas (EUA)

Card principal:

Anthony Pettis x Rafael dos Anjos
Carla Esparza x Joanna Jedrzejczyk
Johny Hendricks x Matt Brown
Alistair Overeem x Roy Nelson
Chris Cariaso x Henry Cejudo

Card preliminar:

Ross Pearson x Sam Stout
Elias Theodorou x Roger Narvaez
Daron Cruickshank x Beneil Dariush
Jared Rosholt x Josh Copeland
Sergio Pettis x Ryan Benoit
Jake Lindsey x Joseph Duffy
Larissa Pacheco x Germaine de Randamie

Últimas de Esporte