Marcão destaca apoio da torcida e revela ambiente triste no elenco do Flu

Depois do empate com o Atlético-PR por a 1 a 1, Tricolor viu suas chances de conquistar uma vaga na Libertadores ficarem mais complicadas

Por O Dia

Rio - Há seis jogos sem vencer, o Fluminense tentou agitar a situação no fim da temporada e colocou Marcão no comando do time. Mas nem assim, o Tricolor conseguiu reverter a má fase e após o empate por 1 a 1 com o Atlético-PR e completou sete partidas sem vitória. Para o novo treinador, o momento do elenco é de curar feridas.

"Primeiro quero enaltecer a nossa torcida, que assumiu um compromisso, lotou e incentivou. Estamos tristes, é um momento difícil. Os jogadores se dedicaram durante a semana, mas infelizmente não concretizamos. Vamos ter de curar as feridas, mas vamos duelar jogo a jogo", afirmou Marcão.

Marcão diz que vai evitar fazer grandes mudanças no FluminenseNelson Perez/ Fluminense F.C. / Divulgação

Apesar da péssima sequência no Brasileirão, o Fluminense segue com chances de garantir uma vaga na Libertadores. Porém, o Tricolor precisa voltar a vencer o quanto antes e a primeira oportunidade é contra a Ponte Preta, no domingo, em Campinas.

"Temos que fazer jogo a jogo, passo a passo. Queríamos hoje estar sorrindo. Vimos muitos torcedores, um ambiente criado para esse jogo. Os jogadores estão lamentando muito o resultado. Acreditávamos que sairíamos com a vitória. Não aconteceu, mas o importante é estarmos do lado deles, porque já temos outro compromisso. Domingo vamos jogar contra o Eduardo (Baptista, técnico da Ponte Preta) lá. É uma equipe forte dentro da casa deles."

Com o resultado, o Fluminense fica em oitavo, com 49 pontos. O Atlético-PR, em sexto, com 52 pontos, segurou um importante rival. Os dois times voltam a campo, domingo, às 17h. O Flu vai a Campinas encarar a Ponte Preta. Em Curitiba, o Atlético-PR recebe o Sport.