Clube uruguaio desiste de contratar filho de Lula

Filho do ex-presidente é preparador físico e trabalhou em clubes paulistas

Por O Dia

São Paulo - O clube uruguaio Juventud de Las Piedras voltou atrás e anunciou que nunca contratou o filho caçula do ex-presidente Lula, Luís Cláudio da Silva, como preparador físico do time. Depois de terem anunciado no site oficial do clube, o presidente Yamandú Costa disse que podem ter ocorrido "problemas de comunicação".

Em entrevista ao jornal 'O Estado de S.Paulo', Costa disse: "Nós nunca noticiamos a cotratação do sr. Luís Claudio. Divulgamos apenas a visita que ele fez às nossas instalações". O dirigente afirmou que não houve contratação em nenhum momento e supõe-se que possa existir dois motivos para o Juventud ter mudado de ideia. Um deles, devido a grande polêmica que a informação causou, dentro e fora do Uruguai. O acerto teve repercussão negativa, sendo visto como uma maneira da saída da família do filho do ex-presidente do Brasil.

No mês de outubro, o clube uruguaio publicou em seu site oficial a seguinte nota: "recente chegada à instituição pedrense do professor Luís Lula Da Silva (filho) para trabalhar no futebol e desenvolvimento social". Lulinha, o filho de Lula, está sendo investigado na Operação Zelotes por sonegação fiscal e trabalharia no Juventud de Las Piedras como preparador físico nas categorias de base do clube. No Brasil, Luís Claudio já trabalhou no Corinthians, São Paulo, Palmeiras e Santos.

Últimas de Esporte