Atleta da NBA detido na Europa acusa presidente turco: 'Hitler do nosso século'

Pivô do Oklahoma City Thunder teve seu passaporte cancelado na Romênia enquanto tentava pegar um voo para chegar aos EUA

Por O Dia

Turquia - O jogador Enes Kanter foi detido no último sábado em um aeroporto na Romênia após ter tido seu passaporte cancelado pela embaixada da Turquia. O pivô do Oklahoma City Thunder afirmou que o motivo seria seu posicionamento político no país.

Enes Kanter atua na NBA pelo time do Oklahoma City ThunderDivulgação

"A razão disso tudo é por causa das minhas visões políticas e o cara que fez isso é Recep Tayyip Erdogan, presidente da Turquia. Ele é um homem mau e é o Hitler do nosso século. Então eu vou continuar postando, rezem por nós", disse o jogador em vídeo publicado em sua conta oficial do Twitter.

O atleta turco vinha da Indonésia, onde realizava compromissos pela Enes Kanter Light Foundation, uma entidade cujo o obejtivo é ajudar crianças órfãs, combater à fome e investir no desenvolvimento da educação e esporte. E quando estava indo em direção aos Estados Unidos, o jogador do Thunder foi parado na Europa Ocidental.

"Estou na Romênia e eles disseram que o meu passaporte foi cancelado pela embaixada turca", disse.

Após mais de quatro horas de negociação, Enes foi liberado para embarcar em um avião até Londres e de lá, iria para os Estados Unidos. "Está tudo bem, irei comparecer à coletiva de imprensa amanhã em Nova York. Tenho muitas coisas para dizer, com muitas histórias doidas. Fiquem atentos!", escreveu antes de deixar a Romênia.

Últimas de Esporte