Violência no futebol faz outro esporte pedir clássicos no Rio com torcida única

Federação de Basquete do Rio de Janeiro (FBERJ) vai apresentar a proposta ao arbitral do Campeonato Carioca

Por O Dia

Rio - A violência que aconteceu no último sábado no estádio de São Januário e no domingo, nos arredores do Nilton Santos ligou o alerta do dirigente de outro esporte, o basquete. Como o Campeonato Carioca da modalidade irá contar com grandes equipes, como Flamengo, Vasco e Botafogo, o presidente da Federação de Basquete do Rio de Janeiro (FBERJ), Álvaro Lionedes, irá apresentar uma proposta de clássicos com torcida única no Arbitral da competição.

No basquete os clássicos poderão ser com torcida únicaThiago Moreira/Vasco.com.br

"Na reunião do arbitral, quem decide tudo são os clubes. Mas eu, como presidente da Federação, vou propor a eles a adoção de torcida única nos clássicos", afirmou o presidente ao canal 'SporTV'.

"Ano passado (no Estadual que teve as participações de rubro-negros e vascaínos), por recomendação do Gepe (Grupamento Especial de Policiamento de Estádios), o campeonato já havia sido disputado dessa forma. Entretanto, houve um Flamengo x Vasco, no Tijuca, em que a Raça e a Jovem, ambas rubro-negras, brigaram na arquibancada (em outubro do ano passado). Por causa do desacordo entre os clubes, o Flamengo foi campeão por WO, porque o Vasco não aceitou jogar num ginásio com torcida única", continuou o dirigente.

A partir dali, todos os clássicos foram com torcida única, porém em alguns casos a Justiça determinou que os jogos seriam realizados com portões fechados e sem torcedores.

Últimas de Esporte