Um tapa-buraco que não empolga

Nate Diaz não vem com bom retrospecto recente no UFC

Por pedro.logato

Rio - Um remendado card do UFC 196, em Las Vegas (Estados Unidos), não empolga com Nate Diaz na luta principal. O americano não é páreo para Conor McGregor e só sendo muito otimista para esperar uma surpresa. Se o irlandês conseguir a façanha de perder para um ‘tapa-buraco’, merece ter a carreira assolada pelo fracasso e dará passo atrás na ambição de conquistar dois cinturões do Ultimate.

Conor McGregor vai enfrentar Nate DiazReprodução Internet

Nate vem de três derrotas em cinco lutas e tem como pior algoz a si mesmo. Torço para que a talentosa Holly Holm salve o show e nos proporcione um novo nocaute, desta vez sobre Miesha Tate. É a minha esperança. De resto, fica a expectativa que o Ultimate case o quanto antes McGregor contra Rafael dos Anjos. Essa sim é a luta que todos querem ver, em um momento em que o MMA perde sua força no Brasil e no mundo.

ESTRATÉGIA BEM DEFINIDA

Garoto prodígio da Chute Boxe, Thomas Almeida, 24 anos, deve fechar nova luta nos próximos dias e pede um adversário top do Ultimate. “Não vejo a hora de lutar de novo, minha expectativa para este ano é fazer pelo menos três lutas. Todos sabem que minha posição é sempre de aceitar o que o UFC decidir, mas seria bom encarar um adversário que está à minha frente no ranking. Eu almejo o cinturão e não importa se vai ser daqui a duas, três ou quatro lutas”, afirmou o peso-galo.

ESTRATÉGIA DEFINIDA

O peso-médio Marcelo Guimarães volta a lutar após oito meses e tem uma parada dura pela frente: “Vitor Miranda foi finalista do TUF e campeão no K1. Mas eu vou levá-lo para o chão e finalizar.”

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia