Botafogo luta bastante, mas não resiste ao Atlético-MG e perde no Mineirão

Glorioso permanece na zona de rebaixamento com derrota

Por O Dia

Minas Gerais - O Botafogo se esforçou bastante contra o Atlético-MG, no Mineirão, mas não resistiu a grande atuação do equatoriano Cazales e do time mineiro. O apoiador fez dois gols e ainda participou de outros dois do Galo, que derrotou o Glorioso por 5 a 3. Com o resultado, os cariocas continuam na zona de rebaixamento. O Atlético-MG chegou aos 19 pontos e está a um do G-4 do Brasileirão.

O Botafogo volta a campo no domingo em um "duelo de seis pontos" contra o Santa Cruz, em Juiz de Fora. O confronto acontece em Juiz de Fora. O Galo joga no mesmo dia contra o Atlético-MG, no Orlando Scarpelli, às 19h30.

Botafogo foi derrotado pelo Atlético-MGDivulgação

O JOGO

O Botafogo não teve nem tempo de pensar numa estratégia de jogo contra o Atlético-MG. Com apenas sete segundos da partida, o Galo já estava vencendo. Em uma jogada ensaiada na saída de bola, Erazo lançou, Leonardo Silva ganhou na cabeça e a bola foi na direção de Fred. O atacante rolou de calcanhar para Cazales, que chutou fraquinho, mas no canto de Sidão, que não conseguiu defender.

Com a desvantagem no placar, o Glorioso não teve outra alternativa a não ser ir para cima do Atlético. A melhor oportunidade do clube carioca aconteceu em uma jogada de bola parada. Camilo cobrou falta e Bruno Silva cabeceou, levando muito perigo ao gol de Victor. 

Antes do intervalo, o Botafogo teve duas baixas. Na primeira, Ribamar sentiu uma lesão na coxa e deixou a partida para a entrada de Sassá. Depois, o Galo fez mais um. Cazales foi no fundo e cruzou para Robinho, que dominou e tirou do goleiro Sidão.

Botafogo permanece na zona da degolaDivulgação

Mal o segundo tempo começou e o Botafogo teve que lidar com dois fantasmas. Novamente o Glorioso levou um gol no começo e desta vez de Fred, um velho carrasco. Cazales fez bela jogada pela direita e cruzou na medida para o ex-atacante do Fluminense fuzilar o goleiro Sidão.

O Botafogo não se entregava e por pouco não diminuiu em um lance de bola para. Camilo cobrou falta fechada e por pouco não surpreendeu Victor, que fez bela defesa. Só que o Atlético continuava perigoso e quase marcou em bela finalização de Junior Urso, que Sidão fez uma grande defesa.

Cazales estava impossível. Carlos César fez bela jogada pela direita e tocou para o equatoriano. O jogador passou por um zagueiro alvinegro, mas finalizou na rede pelo lado de fora, fazendo boa parte da torcida do Galo, que estava do outro lado do estádio, achar que a bola tinha entrado no gol.

O Botafogo, porém, continuava jogando de forma ofensiva. Após levantamento para a área, o estreante Pimpão finalizou para o gol, a bola só não entrou porque o goleiro Victor fez uma grande defesa, salvando os donos da casa. E os cariocas conseguiram diminuir. Sassá cruzou e Carlos César colocou a mão na bola. O atacante do Glorioso bateu e converteu para o Glorioso.

O jogo continua em uma velocidade grande. Cazales avançou tabelo com Junior Urso e saiu na cara de Sidão, o jogador finalizou a bola tocou no goleiro e explodiu na trave indo para fora. E ainda houve tempo para mais um do equatoriano. Fred puxou contra-ataque e tocou para Cazales, o jogador balançou para cima da zaga alvinegra e tocou no ângulo de Sidão.

Ainda houve tempo para mais três gols. Primeiro, o Botafogo. Gervásio Nuñes, que havia entrado há pouco tempo, recebeu na entrada da área e finalizou para o fundo das redes. Na saída de bola, Carlos César lançou Carlos, que só tirou de Sidão, fazendo o quinto do Galo. O Glorioso voltou a procurar o gol e conseguiu. Bruno Silva acertou belo chute de fora da área e deu números finais a partida.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 5 x 3 BOTAFOGO

Data: 30/06/2016 (domingo)
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Público: 36.129 pagantes
Renda: R$ 804.255,00
Árbitro: Raphael Claus (SP/Fifa)
Assistentes: Rogerio Pablos Zanardo (SP) e Danilo Ricardo Simon Manis (SP)
Cartões amarelos: - (CAM) - (BOT)
Gols: Cazares aos 11 seg e Robinho aos 46 min do primeiro tempo; Fred aos 2 min, Sassá aos 27 min, Cazares aos 32 min, Gervasio Núñez aos 43 min, Carlos aos 44 min e Bruno Silva aos 46 min do segundo tempo

ATLÉTICO-MG: Victor; Carlos César, Leonardo Silva, Erazo (Ronaldo, aos 38 do 2º) e Douglas Santos; Júnior Urso, Eduardo e Cazares; Clayton (Carlos, aos 28 do 2º), Robinho (Dátolo, aos 22 do 2º) e Fred.
Treinador: Marcelo Oliveira.

BOTAFOGO: Sidão, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Emerson Silva e Diogo Barbosa, Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, Fernandes (Gervasio Núñez, aos 35 do 2º) e Camilo; Ribamar (Sassá, aos 43 do 1º) e Neilton (Rodrigo Pimpão, aos 9 do 2º).
Treinador: Ricardo Gomes.