Botafogo quer escrever uma nova história

Fogão volta a enfrentar o Cruzeiro neste domingo, no Mineirão, após levar de 5 a 2 no início do mês pela Copa do Brasil querendo revanche

Por O Dia

Belo Horizonte - Em clima de revanche, o Botafogo muda o foco para o confronto com o Cruzeiro, neste domingo, às 16h, no Mineirão. A goleada de 5 a 2 sofrida na Arena Botafogo, pela Copa do Brasil, não foi digerida e o desafio de manter a concentração na disputa direta pelo Brasileiro não será dos mais fáceis. Com 32 pontos contra 29 do Cruzeiro, 12º colocado, o Alvinegro, em décimo, deixou o Z-4, mas tem consciência de que precisa administrar a sua ‘gordura’. A vantagem em relação ao Figueirense (17º colocado) é de apenas cinco pontos.

Neilton está emprestado pelo Cruzeiro ao Botafogo e é a principal arma do GloriosoVitor Silva/SS Press/Botafogo

Emprestado pelo Cruzeiro até dezembro, Neilton é um dos trunfos do técnico Jair Ventura para surpreender os donos da casa no Mineirão. Com sete bolas na rede no Brasileiro, o atacante marcou um dos gols na impiedosa derrota sofrida no dia 1º. No entanto, rejeita o clima de vingança em Belo Horizonte.

“A gente não pensa em revanche. É outro campeonato. A revanche tem que ser na Copa do Brasil (o jogo de volta acontece no dia em 21, no Mineirão). No Brasileiro, temos que ter inteligência. Um a zero lá, para nós, é goleada”, disse.

Com aproveitamento de 75% no returno, o Botafogo tem a terceira melhor campanha até o momento e promete continuar mostrando força. Nem mesmo os desfalques têm mudado a postura da equipe, que aposta na união e na vontade para superar as adversidades.

“Perder de goleada incomoda, ainda mais em casa. Mexe não só conosco, mas com a diretoria, a torcida. Foi importante, uma lição. Dá aprendizado para os próximos jogos. O time nunca deve estar satisfeito com o jogo que fez. Sempre pensando no próximo”, advertiu Dudu Cearense.

Sem misturar as bolas, o Botafogo vai concentrar as forças no ‘milagre’ na Copa do Brasil contra o Cruzeiro somente a partir do dia 19, após o duelo com o Vitória.