Jair Ventura lamenta derrota e afirma que Botafogo jogou de 'igual para igual'

Treinador acredita que Glorioso pode buscar a vaga na Copa do Brasil

Por O Dia

Minas Gerais - A derrota mínima para o Atlético-MG, no Independência, não foi o esperado mas manteve o Botafogo vivo na luta por uma vaga nas semifinais da Copa do Brasil. Apesar do resultado negativo, o treinador Jair Ventura afirmou que a sua equipe fez uma partida parelha contra o Galo, mesmo quando as duas equipes tinham 11 jogadores em campo.

"Ano passado nós fizemos muitos gols no final do jogo, as pessoas perguntavam se tinha alguma coisa ensaiada. Então foi acaso. Não foi por falta de falar, a gente sabia da força do Atlético-MG, principalmente nos minutos iniciais da partida. Eles fizeram aquela pressão, com muitas bolas alçadas na área, num descuido nosso ali acabamos tomando gol no início. Então foram 10, 12 minutos que tiveram a superioridade, depois o Botafogo entrou na partida. Lógico que já tínhamos sofrido gol, mas jogamos de igual para igual. Tivemos uma chance clara aqui com o Bruno (Silva), corrigimos alguns aspectos e voltamos na minha concepção melhor no jogo, mesmo antes da expulsão. Depois criamos mais chances ainda, mas são só indicadores, não quer dizer nada no futebol", afirmou.

Técnico do Botafogo lamentou derrota em Minas Satiro Sodré/SSPress/Botafogo

Na luta por uma vaga nas semifinais da Copa do Brasil, o Glorioso tem outras frentes de disputa na temporada. Além do Brasileirão, que ainda está no começo, a equipe carioca está nas oitavas de final da Libertadores. Apesar da maratona de jogos, Jair Ventura descartou dar prioridade para algum torneio.

"A gente não tem investimento para poder poupar. Nós somos o time do Brasil com menor investimento na Libertadores. Não temos esse luxo. O Botafogo é um time gigante, mas ainda está voltando a ser o que era. A brigar lá em cima, a fazer Libertadores. Não tenho o luxo para poupar", disse.