Antônio Lopes deixa o Botafogo e cita dificuldades: 'Meu trabalho mais árduo'

Ex-treinador anunciou ter sido informado pela nova direção do clube de que seu contrato não será renovado para o ano que vem

Por O Dia

Rio - Antônio Lopes não será o gerente de futebol do Botafogo em 2018. O ex-treinador anunciou nesta segunda-feira ter sido informado pela nova direção do clube de que seu contrato não será renovado para o ano que vem. Com isso, ele deixa o time alvinegro após três anos de trabalho, que garantiu terem sido os mais difíceis de sua carreira como dirigente.

Antônio Lopes sairá do Botafogo em 2018Márcio Mercante / Agência O DIA

"O trabalho no Botafogo foi diferente, o mais árduo, com certeza chegamos a um clube que passava por dificuldades seriíssimas. Vinha de uma queda da Série A para B, da pior campanha da história em campeonatos estaduais, dívida de alguns meses de salários com atletas e funcionários. Tinha cinco jogadores no elenco. Nenhum atleta queria jogar no clube, pois a credibilidade era difícil", lembrou, em seu site oficial.

Antônio Lopes deixou claro que a opção por não renovar seu contrato para 2018 foi da nova direção, liderada pelo presidente eleito Nelson Mufarrej, mas não mostrou mágoas do clube. Pelo contrário, fez questão de elogiar aqueles com quem trabalhou, especialmente o presidente Carlos Eduardo Pereira.

"Juntamente com a direção, capitaneada por um grande presidente - principal responsável pelo ressurgimento do clube -, com funcionários, comissão técnica e atletas, trabalhamos exaustivamente para tirarmos o clube daquela situação. Foi gratificante, emocionante ver a evolução e os resultados começarem a surgir em todos os setores", comentou.

Por isso, Lopes agradeceu aos seus colegas e também à torcida do Botafogo pelos anos de convivência. "Agradeço à torcida do Botafogo por todo o carinho que sempre demonstrou comigo, todos os funcionários que tive o prazer de trabalhar, comissões técnicas, atletas e diretoria, em especial a Aníbal Rouxinol, Cacá Azeredo e ao incansável, competentíssimo Carlos Eduardo Pereira, que com certeza já entrou para a história como um dos grandes nomes do clube."

Sem Lopes, Mufarrej vai atrás de um novo gerente de futebol para a próxima temporada. Paulo Angioni e Ricardo Gomes seriam os favoritos da diretoria, mas Anderson Barros, Rui Costa, Alexandre Farias e Felipe Ximenes também estariam sendo cogitados.