Espanha promete abandonar o 'tik-taka' e partir para cima do Chile

Fúria precisa da vitória para não ser eliminada da Copa do Mundo

Por O Dia

Rio - O que o desespero não faz. A preocupação com a eliminação da Copa do Mundo fez a Espanha pensar em abandonar o estilo de jogo "tik tak", que rendeu ao time dois títulos europeus e um mundial. Em entrevista coletiva neste domingo, em Curitiba, os meias Fábregas e Xabi Alonso garantiram que o time vai para o ataque contra o Chile e deixará a posse de bola como segundo plano.

"Sabemos a forma que jogamos. Temos isso claro. Mas não há só uma forma de jogar. Nos caracterizamos por bom toque, controlar a partida, mas há momentos que valem a vida, e esse é um deles. Temos que atacar, temos que fazer gols. Isso não significa mudar os jogadores. Mas temos que ganhar. Temos que ser valentes, atacar mais. Nossa equipe tem que atacar, atacar e atacar. Temos jogadores de muita classe e não vejo por que não podemos agredir o Chile. Podemos atacar e atacar e fazer gols", disse Fàbregas.

Xabi Alonso e Fábregas concederam entrevista coletiva neste domingoEfe

LEIA MAIS: Notícias e bastidores da Copa do Mundo

Xabi Alonso fez coro ao discurso do companheiro de equipe. No entanto, para ele, ainda é possível manter o estilo de atuação, com posse de bola elevada, e ser mais agressivo.

"Sabemos a necessidade que temos. Com o elenco que temos, vemos jogadores de diferentes perfis, diferentes qualidades. Há momentos para tudo. Temos que ser inteligentes para não cair nas facilidades que o Chile pode nos dar e controlar a partida para buscar mais verticalidade. Podemos combinar os dois estilos: controle e agressividade", comentou.

Espanha e Chile se enfrentam na quarta-feira, dia 18 de junho, no Maracanã, às 19h. A partida será de vida ou morte para Fúria. Se perder, dificilmente seguirá com chances de se classificar para segunda fase da Copa do Mundo.

Últimas de _legado_Copa do Mundo