CR7 vê classificação quase impossível e admite: 'Nunca fomos favoritos'

Melhor do mundo foi sincero depois do empate na partida contra os Estados Unidos

Por O Dia

Amazônia - A decepcionante campanha de Portugal na Copa do Mundo não diminuiu a atenção sobre Cristiano Ronaldo. Sorteado para o antidoping após o empate de 2 a 2 com os Estados Unidos, foi o último jogador a passar pela zona mista da Arena Amazônia. Dezenas de jornalistas se espremeram para escutá-lo. E valeu a pena pena sinceridade do capitão, que nunca considerou Portugal favorito ao título.

"Todos estão aqui para ganhar. Sabíamos que não éramos favoritos. Nunca fomos. Contra a Suécia, conseguimos a classificação. Não se pode criar a ilusão que Portugal seria campeão do mundo. Seria ilusão fictícia na minha opinião. No futebol tudo pode acontecer, mas há coisas, equipes melhores que a nossa e até que merecem mais do que a nossa", disse CR7.

Cristiano Ronaldo joga mal e vê situação de Portugal muito complicadaErnesto Carriço

Franco, o melhor jogador do mundo considera a classificação uma missão pouco provável. No cenário mais 'fácil', Portugal tem torcer pela vitória da Alemanha sobre os Estados Unidos, além de tirar o saldo de cinco gols de diferença dos americanos na partida contra Gana. A vitória é obrigação.

"Temos Levantar a cabeça. Matematicamente é possível, mas sabemos que é uma missão quase impossível. Mas no futebol tudo pode acontecer", disse o capitão português.

Questionado sobre sua forma física, o craque evitou o embate com os jornalistas. Em recuperação de uma tendinite no joelho esquerdo, o camisa 7 ainda não apresentou no Brasil o melhor de seu futebol, mas garantiu que está bem, mas não soube explicar o que faltou a equipe para vencer os Estados Unidos.

"Demos o nosso melhor. Queríamos a vitória, mas não conseguimos. O que falhou? Não sei. Não conseguimos vencer. Não tem explicação, não sei explicar a razão", disse Cristiano Ronaldo.

Últimas de _legado_Copa do Mundo