Flamengo goleia a Desportiva em amistoso disputado no Espírito Santo

Clube aproveitou fim de semana sem jogos no Brasileirão

Por O Dia

Espírito Santo - O Flamengo aproveito o fim de semana sem jogos para colocar a sua equipe para disputar um amistoso, no Espírito Santo. Diante da Desportiva, o clube carioca teve bom desempenho e não teve dificuldades para derrotar a equipe da casa por 4 a 0. O confronto marcou também o reencontro de Jayme de Almeida, que foi campeão da Copa do Brasil como treinador no Flamengo, e que hoje ocupa o cargo de auxiliar, com a Desportiva, que foi a primeira equipe comandada por ele em 1992.

O Flamengo volta aos gramados na próxima quarta-feira. O adversário do Rubro-Negro será o Figueirense. As equipes se encaram no Orlando Scarpelli, às 21 horas. Enquanto o Rubro-Negro luta por uma vaga no G-4, a equipe catarinense está na briga contra o rebaixamento para a Série B.

Flamengo passou fácil pela Desportiva em amistosoGilvan de Souza / FlaImagem

O JOGO

Sem nenhuma dificuldade, o Flamengo aproveitou bem o amistoso para dar ritmo aos seus jogadores e para golear. Com os titulares no primeiro tempo e os reservas no segundo, o Rubro-Negro fez o mesmo número de gols em cada etapa.

Após um começo bastante morno, os cariocas abriram o placar aos 18 minutos. Alan Patrick jogou a bola para a área, Emerson Sheik desviou e César Martins desviou a bola para o fundo das redes da equipe capixaba. Dois minutos depois, o Flamengo ampliou. Emerson foi derrubado dentro da área por Sávio. Na cobrança, o próprio Sheik converteu para o clube da Gávea.

Jayme de Almeida foi homenageadoGilvan de Souza / FlaImagem

No segundo tempo com os reservas, os rubro-negros correram mais e foram mais rápidos para marcar. Com apenas oito minutos, Matheus Sávio fez o terceiro, depois de passe de Gabriel. O apoiador deu mais uma assistência, desta vez para Douglas Baggio, que fechou o placar para os cariocas.

No restante do tempo, o Rubro-Negro até deu chances para os donos da casa, que também atuaram com reservas, mas nenhum atleta capixaba conseguiu furar a meta de César.