Ofensivo e valorizando a posse de bola, Fla passa no primeiro teste de 2016

Rodinei, Willian Arão e Emerson Sheik se destacam

Por O Dia

Rio - O Flamengo passou com tranquilidade no primeiro teste de 2016. O jogo-treino contra o Tigres, nesta quinta-feira, em Mangaratiba, indicou um time que valoriza a posse de bola e tenta imprimir uma marcação alta, pressionando o adversário. O Rubro-Negro buscou explorar as laterais. Rodinei, titular pela direita, foi um dos destaques da equipe. Emerson Sheik brilhou na frente com dois gols da vitória por 2 a 0.

Outra novidade do Flamengo para a temporada, Willian Arão também teve papel importante, com liberdade para atacar e sempre participando da criação das jogadas. O Rubro-Negro começou com o seguinte time: Paulo Victor; Pará, César Martins, Antonio Carlos e Chiquinho; Márcio Araújo, Willian Arão e Alan Patrick; Everton, Emerson Sheik e Guerrero.

O Flamengo dominou o primeiro tempo, com maior posse de bola e praticamente atuando no campo ofensivo. Everton atuou mais pela direita, com Sheik na esquerda. Willian Arão era responsável por iniciar as jogadas e tinha liberdade para avançar. Um dos destaques foi Rodinei, sempre aparecendo na linha de fundo. Numa das jogadas, roubou a bola na defesa, arrancou, passou pela zaga e quase fez um golaço.

Com propriedade, o Flamengo fez 2 a 0 no Tigres no primeiro tempo, dois gols de Emerson Sheik, sendo o primeiro logo aos três minutos. A superioridade foi tamanha que a zaga rubro-negra mal foi testada na etapa inicial.

Muricy Ramalho mudou todo o time para o segundo tempo e mandou a campo a seguinte escalação: Alex Muralha; Pará, Antônio Carlos, César Martins e Chiquinho; Jonas, Canteros e Jajá; Thiago Santos, Gabriel e Douglas Baggio.

O Flamengo, mesmo com time reserva, foi superior ao Tigres, com maior posse de bola e jogando com as linhas avançadas. Thiago Santos e Douglas Baggio deram trabalho e tiveram chances - pararam no travessão e no goleiro.