Gerson projeta arrancada no Brasileiro, elogia Drubscky e não crê em saída

Meia não descarta transferência, mas se diz satisfeito no Flu

Por O Dia

Rio - A temporada de 2015 começou acelerada para Gerson. Logo depois de participar do Mundial Sub-20, o jogador retornou as Laranjeiras para se profissionalizar. Jovem, de apenas 17 anos, o atleta marcou o seu primeiro gol como profissional logo no clássico contra o Botafogo, no Estadual, e depois disso não saiu mais da equipe. Mesmo sem ter a sua permanência garantida até o fim do ano, o apoiador agora tem o Brasileirão como o seu primeiro desafio pela frente. Bastante ansioso, ele espera ajudar o Tricolor a viver dias melhores em breve.

Gerson vai disputar primeiro Brasileirão pelo FluminenseDivulgação

"Estou ansioso. Espero agora jogar e ajudar o Fluminense. Ano passado cheguei a ir em alguns jogos, mas não atuei. Sabemos o quanto precisamos de uma arrancada para ir bem na competição. Acho que sim. Temos que ter confiança no Drubscky. Como o professor chegou no final do Carioca, foi uma correria, ainda não havia uma relação tão próxima com ele. Agora sabemos que ele é muito bom profissional, os treinos são maravilhosos", afirmou.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Fluminense

Sobre o seu futuro, Gerson despista. Criado em Xerém, o jovem disse quer permanecer na Baixada Fluminense por mais tempo, mas não descarta uma saída para o futebol europeu. "Essa parte eu deixo para o meu pai e meu empresário. Evito falar, não procuro me envolver muito. Sou bem tranquilo nessa parte. A experiência foi importante neste primeiro momento. Aqui no Flu pude jogar com jogadores que já estiveram em Copa do Mundo, frequentavam a Seleção. Quem vem da base e está começando agora quer sempre buscar mais aprendizado", concluiu.