A Palinha do Apolinho: Flamengo vive entre tapas e beijos

Coisas no clube carioca variam com facilidade entre o céu e o inferno

Por O Dia

Rio - A vitória sobre o Corinthians por 3 a 0, com direito a lances de empurrões, ofensas e ameaças entre Vizeue Rhodolfo, era tudo o que o Flamengo precisava para servir como combustível para o jogo de amanhã com o Junior Barranquilla pela Copa Sul-Americana. Pouco importa a análise tática ou do desempenho da equipe, importa é que ganhou e inverteu os gritos da galera que começou vaiando, ofendendo e acabou aplaudindo freneticamente. As coisas no Flamengo são assim mesmo. Não há purgatório, é céu ou inferno. Se o resultado fosse adverso, os jogadores e, principalmente, o treinador Reinaldo Rueda seriam alvo de pressões insuportáveis que dificultariam muito o rendimento. Hoje o ambiente é outro, leve, solto, povão correndo atrás de ingressos para ver o Mengão estraçalhar mais um amanhã. Se o Flamengo ganhar, como espero que aconteça, pode ter certeza de que a vitória foi construída a partir dos tapas e beijos de domingo.

Flamengo tem partida decisiva nesta quintaGilvan de Souza / Flamengo / Divulgação

O ESPIÃO QUE VEIO DO FRIO DO SUL

Em matéria bem bolada e elaborada com precisão, os colegas da 'ESPN Brasil' descobriram que o Grêmio está à frente no uso da tecnologia. Um espião saído do frio de Porto Alegre estaria usando drones para filmar os treinos dos seus adversários. A reportagem não deixa dúvidas até porque foi feita ao longo de um semestre, mas tanto o piloto quanto o clube negam a intenção de espionar os rivais. O Lanús, adversário de hoje à noite, em Porto Alegre, pela decisão da Libertadores da América, registrou ocorrência.

PEDALADAS

Diego Armando Maradona é esperado hoje à noite na Arena do Grêmio em apoio ao Lanús. Se não botar aquelas grossas meias de lã, poderá até ajudar os gaúchos na primeira partida da decisão da Libertadores.

Se a moda pegar, em breve teremos dirigentes carrancudos mandando drones para a porta de boates para vigiar a turma das baladas.

Se o Flamengo ganhar amanhã, no Maracanã, teremos festa na cidade; se perder, será lançado o 'Black Fladay', liquidação geral.

BOLA DENTRO

Anderson Daronco poderia ter evitado, mas acertou na expulsão de Naldo mostrando dois cartões amarelos e o vermelho. O cara deu duas entradas muito duras em sequência.

BOLA FORA

O Palmeiras pode ser apontado como uma das maiores decepções do ano. Dos 36 jogos disputados, ganhou apenas 18. A última derrota, 2 a 1 para o Avaí, deixou a galera revoltada.

 

 

Últimas de _legado_A palinha do Apolinho