Ibovespa sobe quase 2% com impulso de bancos e Vale

Ação preferencial da mineradora quebrou série de quatro quedas seguidas e avançou mais de 3% com trégua no declínio do preço do minério de ferro

Por O Dia

A Bovespa fechou no azul nesta quinta-feira, na esteira dos ganhos em Wall Street, com as ações de bancos e da Vale respondendo pelo principal suporte para a alta.

O Ibovespa avançou 1,86%, para 54.238 pontos, com o noticiário corporativo local também encorajando as compras. O volume financeiro no pregão alcançou R$ 5,45 bilhões.

As bolsas em Nova York subiram após novos dados mostrarem que a economia norte-americana segue ganhando fôlego, com o índice Nasdaq superando a máxima histórica de 2000.

Na véspera, o Federal Reserve sinalizou que a economia dos Estados Unidos está forte o suficiente para aguentar uma alta de juros até o fim do ano, mas não cravou que o início do aperto monetário irá ocorrer em setembro.

A Grécia permaneceu no radar. A reunião dos ministros de Finanças na zona do euro em Bruxelas não trouxe progressos sobre um acordo acerca da dívida grega, mas líderes da região marcaram uma reunião cúpula para segunda-feira.

Do front doméstico, permaneceram sob os holofotes as negociações com o Congresso para a votação do projeto que reverte parte das desonerações da folha de pagamento.

Destaques

Tim liderou as altas, fechando com ganho de quase 6%, após a agência Bloomberg noticiar que a francesa Vivendi, a caminho de se tornar a principal acionista da Telecom Italia, defende que a companhia italiana explore a venda da controlada brasileira, citando fontes próximas do assunto. A TIM divulgou fato relevante dizendo que a Telecom Italia considera operadora brasileira um ativo estratégico e que desconhece as informações citadas na matéria.

Bradesco subiu 3,75% e Itaú Unibanco avançou 2,47%, com ações de bancos recuperando-se de perdas da véspera. Banco do Brasil fechou em alta 3,24% . No caso do Bradesco, também repercutiu notícia da tarde de quarta-feira de que fará uma oferta vinculante pela unidade brasileira do HSBC em julho. Já a ação do BB teve o avanço reforçado por reportagem de o Estado de S.Paulo aventando a possibilidade de o julgamento de planos econômicos no Supremo Tribunal Federal ser interrompido. 

Vale quebrou série de quatro quedas seguidas, com as preferenciais avançando 3,2%  e as ordinárias subindo 4,78% , em meio à trégua também no declínio dos preços à vista do minério de ferro na China e tendo como pano de fundo favorável o dólar mais fraco ante o real

Petrobras  fechou com alta ao redor de 2%, acompanhando o viés ascendente do petróleo, mas com agentes também atentos à notícia de que a estatal estuda vender algumas usinas de etanol dentro do seu plano de desinvestimento, conforme disseram à Reuters duas fontes com conhecimento do assunto.


Últimas de _legado_Notícia