Os revestimentos que reproduzem a natureza

Tecnologia proporciona alta fidelidade em texturas, desenhos, tonalidades e formatos, entre outras opções

Por O Dia

Rio - Os revestimentos marcam cada vez mais presença quando o assunto é decoração, além de serem fundamentais nos projetos arquitetônicos. O mercado oferece tantos modelos que fica fácil combinar com a personalidade de cada morador ou até mesmo o local de trabalho. Isso faz com que a casa fique com a cara do dono. Com a crescente procura por peças que também substituem com perfeição os elementos naturais, as indústrias cerâmicas, principalmente, vêm investindo em tecnologias que reproduzam com fidelidade a matéria extraída da natureza, bem como a ação do tempo e a intervenção humana.

Ambientes com pisos do Grupo Eliane%2C que imitam a madeira e a pedra ardósiaDivulgação

É o caso do Grupo Eliane, detentor das marcas Eliane Revestimentos e Decortiles. A empresa oferece produtos que contam com texturas, desenhos, tonalidades e
formatos semelhantes aos materiais naturais, aliando a estética à qualidade, praticidade e resistência.

Para Simone Lourensi, coordenadora de Design e Portfólio do Grupo Eliane, os revestimentos cerâmicos têm vantagens em relação aos elementos naturais por conta da versatilidade de utilização, facilidade de limpeza e manutenção em ambientes, como banheiros, decks, lavabos, fachadas, calçadas, mobiliário urbano e bancos de praça. “São locais onde as madeiras e pedras podem se deteriorar mais facilmente, devido à presença de água, umidade, ação do tempo e tráfego de pessoas”, esclarece Simone.

Entre as opções, está a famosa ardósia, inspirada na pedra de mesmo nome que permite composições interessantes em diferentes espaços, com uma superfície de
textura marcante e tom negro. Já a Amazônia Oliva conta com relevos que impressionam pelo toque e design estético inspirados nos veios das madeiras.
As peças, em formato de tábuas, exibem detalhes gráficos que remetem à ação do tempo sobre as tábuas da matéria-prima natural, em referência às ‘belas
imperfeições’ da natureza.

Para quem gosta de releitura, a Trevi confere a nobreza do mármore travertino com texturas marcantes e de forte personalidade aos ambientes. Os veios profundos formam relevos que tornam as peças imponentes, seja no acabamento nobre do alto brilho ou na rusticidade do fosco.

Há, ainda, o Urbanwood, que é uma fusão da madeira de demolição com o concreto aparente. Essa coleção é marcada por uma grande variação gráfica com mais de
50 diferentes ripas repletas de texturas e efeitos cromáticos. Tonalidades de branco e cinza harmonizam-se perfeitamente, contrastando a beleza natural da madeira com a interferência dos trabalhos artesanais do homem.

Últimas de _legado_Imóveis