EI matou 80 pessoas em um mês e mais de 4 mil desde início do califado na Síria

Estados Islâmico autoproclamou regime em 2014. Entre os mortos estão civis e combatentes de facções rebeldes

Por O Dia

Síria - O grupo terrorista Estado Islâmico (EI) assassinou 80 pessoas no último mês na Síria, fazendo subir para 4.144 o número de mortos desde a autoproclamação de um califado em junho de 2014, conforme a apuração divulgado nesta sexta-feira pelo Observatório Sírio de Direitos Humanos.

População em campo invadido pelo Estado Islâmico EFE

Das vítimas no último mês, 37 eram civis; 24, membros do EI; seis, combatentes de facções rebeldes e das milícias curdo-sírias; 12, soldados das forças governamentais; e um soldado desertor.

Estas pessoas foram assassinadas nas províncias de Al Raqqa, Deir ez Zor e Al Hasaka, no nordeste da Síria; Aleppo, no noroeste; Homs, no centro; e na periferia de Damasco.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência