Internautas querem processo de pais do menino que caiu em jaula de gorila

Animal foi abatido por questões de segurança, mas a criança não sofreu ferimentos. Morte gerou comoção na Internet

Por O Dia

Estados Unidos - Uma petição online quer o processo, por negligência, dos pais do menino de 4 anos que caiu na jaula de um gorila na última semana, em um zoológico de Cincinnati, nos Estados Unidos. O animal foi abatido por questões de segurança, mas a criança não sofreu ferimentos. O abaixo-assinado já conseguiu 100 mil das 150 mil assinaturas necessárias.

Gorila Harambe foi abatido após criança cair em sua jaula Divulgação/ Cincinnati Zoo

"(...) A situação foi causada por negligência parental e o zoológico não é responsável pelos ferimentos da criança e os possíveis traumas associados ao episódio. Queremos que os pais sejam responsabilizados pela falta de supervisão e negligência que resultou na morte de Harambe (gorila)", afirma o pedido da americana Sheila Hurt.

A morte do gorila de 17 anos, de espécie ameaçada, gerou comoção nas redes sociais e questionamentos sobre a responsabilidade dos pais no incidente. De acordo com uma testemunha, em entrevista à emissora "CNN", o menino brincava com a mãe sobre entrar na jaula do animal. 

De acordo com o diretor do zoo, Thane Maynard, a criança corria "perigo iminente" e não havia outra alternativa senão abater o animal. "Estamos de coração partido pela perda de Harambe, mas a vida da criança estava em perigo e tivemos de tomar uma decisão rápida", disse em sua conta no Facebook.

O incidente ocorreu depois que a criança escalou a cerca de proteção da jaula do gorila e caiu de uma altura de cinco metros. O menino foi arrastado para dentro da jaula pelo animal e a cena viralizou na web. Veterinários do zoológico explicaram que não havia como usar tranquilizantes no gorila Harambe, pois o efeito demora a acontecer.


Últimas de _legado_Mundo e Ciência