Reino Unido pede que Coreia do Norte "mude de rumo" em seu programa de armas

Ministro das Relações Exteriores do Reino Unido pediu mais avanços para conter a proliferação nuclear

Por O Dia

Londres - O ministro das Relações Exteriores do Reino Unido, Boris Johnson, pediu, nesta segunda-feira que a Coreia do Norte "mude de rumo" e se envolva na arena diplomática para solucionar a crise em relação a suas ambições nucleares e seu programa de mísseis. Ele disse, porém, que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, está correto ao deixar a opção militar em aberto para lidar com o tema.

Em discurso em Londres, Johnson disse que os EUA ofereceram corretamente "garantias sensíveis" a Pyongyang de que não buscará uma mudança de regime nem fará uma invasão. Mas ele disse que Trump tem "o dever absoluto de se preparar para qualquer ação" a fim de manter os americanos e seus aliados em segurança.

Johnson disse que o acordo nuclear com o Irã é uma evidência de que a diplomacia pode funcionar e também que está confiante de que ele irá sobreviver, mesmo com a oposição do presidente americano.

O ministro britânico pediu ainda mais avanços para conter a proliferação nucelar.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência