Repsol vende bônus argentinos do acordo YPF por US$ 2,01 bi

A empresa espanhola também vendeu quase toda a participação que ainda tinha no capital da YPF por US$ 1,2 bilhão ao banco americano Morgan Stanley

Por O Dia

O grupo espanhol Repsol vendeu, por US$ 2,01 bilhões, títulos que o governo argentino cedeu como indenização pela nacionalização da YPF em 2012.

Com a operação, a Repsol vendeu praticamente a totalidade dos US$ 5,317 bilhões que recebeu em forma de bônus. Na semana passada um primeiro pacote foi negociado por US$ 2,8 bilhões. A empresa negociou com o banco americano JPMorgan várias operações de venda de títulos argentinos.

As operações representaram um valor de US$ 2,01 bilhões, aos quais serão adicionados US$ 59,3 milhões na forma de juros pagos posteriormente.

"As transações não têm impacto na conta de resultados da Repsol", destacou o grupo, segundo o qual a dívida total reconhecida pela Argentina em benefício da Repsol foi reduzida agora a US$ 4,815 bilhões.

A empresa espanhola também vendeu quase toda a participação de 11,86% que ainda tinha no capital da YPF por US$ 1,256 bilhão na semana passada ao banco americano Morgan Stanley.

Últimas de _legado_Notícia