Salão de Frankfurt: BMW i3 é um dos charmes do evento

Modelo começa a ser vendido na Europa em novembro e chega no Brasil em 2014

Por O Dia

Frankfurt (Alemanha) - Ele é o queridinho dos jornalistas no Salão de Frankfurt, aberto ao público na última quinta-feira e que está hoje no seu dia mais movimentado. Filas se formavam para usar o ‘Shuttle Service’ do evento. Eu explico. Carros de diversas marcas são colocados à disposição dos milhares de jornalistas do mundo todo que cobrem o IAA (o nome oficial em inglês do evento).

BMW i3%3A estará no Brasil em 2014Reprodução Internet


As distâncias são grandes, a mostra imensa e há momentos em que estes veículos, normalmente elétricos ou híbridos, são uma mão na roda. O BMW i3, que começará a ser vendido na Europa em novembro por 42 mil euros e chegará ao Brasil em 2014, era disputado ‘a tapa’. Fora a força de expressão, o BMW, do tamanho de um VW Fox, apresenta caminhos novos para a mobilidade.

A carroceria integral em fibra de carbono reforçada com plástico se mostra em partes do interior, onde também há fibra de cânhamo. O chassi, de alumínio, e o motor traseiro, revertem a construção do carro a tempos passados, ou, quem sabe, futuros. As portas dianteiras abrigam as portas traseiras, do tipo suicida, isto é, abrem para a frente. Não há coluna B ou coluna central e o acesso é muito fácil. Quatro ocupantes podem ver o modelo, de 170 cv de potência máxima e torque total desde a imobilidade, acelerar rápido nas ruas entre os pavilhões. Desde parado até os 100 km/h ele gasta 7,2 segundos.

Chama atenção o painel digital e a tela central multifuncional e compatível com as tecnologias dos smartphones. Também se destacam os pneus finíssimos, de baixa resistência ao rolamento. A velocidade máxima é limitada aos 150 km/h e as baterias sustentam o motor por 130 km a 160 km, em condições ótimas, com acelerações contidas, sem o ar-condicionado ou o som ligados. Recarrega em 30 minutos com 80% da energia em carregador rápido de 50 kw ou em 8 horas numa tomada doméstica.

O i3 ainda conta com um gerador opcional, com dois cilindros, de 650 cilindradas e movido a gasolina, que é o motor de um scooter BMW e pode vir embarcado, com tanque de 2,4 litros, para elevar a autonomia em mais 160 km. Pelo interesse que desperta, o elétrico promete sucesso.

O editor viajou à convite da Anfavea

No interior%2C painel digital e a tela multifuncional compatível com smartphonesDivulgação



Autonomia do pequeno elétrico chega até 160 kmReprodução Internet











Últimas de _legado_Automania