Mulher atropela vizinhas para vingar a mãe

Uma das vítimas teria desrespeitado mãe da suspeita no dia anterior ao atropelamento

Por O Dia

São Paulo - Uma desempregada de cerca de 30 anos se irritou na noite de terça-feira e atropelou três vizinhas que conversavam na calçada, no bairro Mathiensen, em Americana. O ataque aconteceu depois que a suspeita desconfiou que uma das vítimas, uma comerciante de 38 anos, tinha desrespeitado a mãe dela no dia anterior.

A comerciante foi prensada contra o portão da casa onde estava e quebrou uma perna. Ela foi socorrida ao Hospital Municipal Waldermar Tebaldi, onde segue internada, mas sem risco de morte.

A cunhada da comerciante, uma dona de casa de 36 anos, fraturou a coluna, foi medicada e liberada na manhã desta quarta-feira. A outra vítima, a mãe da comerciante, de 67 anos, sofreu lesões pelo corpo e passa bem. A acusada fugiu.

O crime ocorreu por volta das 18h. A comerciante conversa com as parentes em frente a casa da mãe quando houve o atropelamento. Segundo familiares das vítimas, no dia anterior, a desempregada já havia jogado o carro contra a comerciante, mas uma pessoa que passava pela rua viu e tirou a vítima da frente do carro.

Na terça-feira, a desempregada passava pela rua onde moram quando avistou a comerciante e não pensou duas vezes para jogar o carro contra a vítima. Apesar da acusada alegar que a comerciante tinha dado risada da mãe dela, em um supermercado, a família da vítima nega e disse que não entende a atitude da mulher.

O caso foi registrado como fuga do local do acidente e lesão corporal culposa.

Últimas de _legado_Brasil