Policiais e manifestantes entram em confronto em estação do Metrô em SP

Policiais dispararam bombas de efeito moral para dispersar manifestantes que tentavam impedir a abertura de estação no segundo dia de greve

Por O Dia

São Paulo - Policiais da Força Tática da Polícia Militar (PM) de São Paulo entraram em confronto com um grupo de manifestantes ligados ao sindicatos dos metroviários que tentavam impedir a abertura da estação Ana Rosa, das linhas 1-Azul e 2-Verde, na manhã desta sexta-feira, no segundo dia de greve da categorias.

Usuários invadiram a estação Corinthians-Itaquera nesta quinta-feira%2C revoltados com a greve do metrôReuters

No confronto, que ocorreu fora e dentro da estação, os policiais chegaram a utilizar bombas de efeito moral e cacetes. Outro grupo de policiais também se dirigiu até a Estação Bresser-Mooca, na Linha 3-Vermelha, onde grevistas impediam a entrada de funcionários. Várias estações do Metrô amanheceram com policiaimento reforçado.

Com a continuidade da greve dos metroviários na capital paulista, três linhas do Metrô estão operando parcialmente nesta sexta. Operam parcialmente a Linha 1-Azul, que liga a zona norte à zona sul, a Linha 2-Verde, que vai da zona oeste à sul, e a Linha 3-Vermelha, que liga a Zona Leste ao Centro. Já os trens da Linha 5-Lilás, que ligam bairros da Zona Sul, circulam em todas as estações. A Linha 4-Amarela, administrada pela Via Quatro por meio do regime de concessão, opera normalmente da Zona Oeste ao Centro.

Últimas de _legado_Brasil