Negros creem menos no Judiciário e na polícia do que brancos, diz pesquisa

Para coordenadora do estudo, isto acontece porque essa parcela da população se sente alvo dessas instituições

Por karilayn.areias

Brasília - Uma pesquisa feita pela Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV) apontou que a confiança do brasileiro no Judiciário e em diversas instituições caiu no primeiro trimestre de 2015, na comparação com o último relatório, lançado em março de 2014.

O Índice de percepção do Cumprimento das Leis (IPCLBrasil) também mensurou que entre negros e pardos, a confiança no Judiciário e na polícia é ainda menor, se comparado com as respostas dadas por brancos e amarelos.

A confiança da população na polícia e no Judiciário chega a, respectivamente, 37% e 27% entre brancos. Já entre negros, pardos e indígenas esse número fica entre 30% e 22%. Para a coordenadora da pesquisa, Luciana Gross Cunha, isto acontece, pois negros e pardos confiam mais no congresso e no governo porque se vêem participando do processo. "Além da ausência de participação, negros, pardos e indígenas se sentem alvos do Judiciário e da Polícia”, justifica ela. 

O posicionamento de Luciana se confirma na pesquisa. A confiança entre negros quando se refere a governo federal e Congresso Nacional chega a 24% e 20%, respectivamente, contra uma confiança de 18% e 14%, quando a resposta é dada por brancos.


Últimas de _legado_Brasil