MP pede suspensão de reorganização escolar proposta pelo governo de SP

Projeto prevê fechamento de 92 colégios e ciclo único nas unidades. Justiça deve se manifestar em até 72 horas

Por O Dia

São Paulo - O Ministério Público do Estado de São Paulo (MP-SP) entrou nesta quinta-feira na Justiça com uma ação civil pública pedindo a suspensão da reorganização escolar proposta pelo governo paulista, que prevê ciclo único entre anos iniciais e finais dos ensinos fundamental e do médio nas escolas e fechamento de 92 unidades de ensino no estado. A Defensoria Pública é coautora da ação. Segundo o MP, a Justiça deverá se manifestar em até 72 horas sobre a ação.

Contra o fechamento de 92 escolas, os estudantes já fizeram várias manifestações em São PauloRovena Rosa / ABr

Na ação, o MP pede a suspensão imediata da reorganização e a construção, para o ano de 2016, de uma agenda oficial de discussão e deliberações a respeito do projeto. O Ministério Público pede ainda a garantia de que os alunos, em 2016, continuem matriculados e frequentando as escolas onde já estavam matriculados e frequentaram as aulas em 2015.

Últimas de _legado_Brasil