Setor hoteleiro cresce e ganha cada vez mais espaço no Rio

Copa e Olimpíadas aquecem mercado. Pelo menos duas mil unidades do ramo foram lançadas em 2013 no estado

Por O Dia

Rio - Com a Copa do Mundo em junho e com os Jogos Olímpicos de 2016, construtoras do Rio têm investido no lançamento de empreendimentos hoteleiros para suprir a carência de leitos em todo o estado. Somente no ano passado, segundo dados da Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi-RJ) foram lançadas 1.840 unidades com este perfil, que devem ficar prontas para a Olimpíada. O total representa aumento de 196% em relação a 2012.

Hotel Blue Tree%2C da Calper%2C no Recreio dos BandeirantesDivulgação

Os projetos podem ser encontrados em todo o estado. No município do Rio, por exemplo, a Calper tem no Recreio dos Bandeirantes o Hotel Blue Tree Premium Design Rio, com 279 unidades. A construção ficará pronta em 2015, bem próxima à praia do Recreio e a oito quilômetros do Parque Olímpico.

“Investimentos em projetos de desenvolvimento de novos hotéis no Rio são raros e oferecem oportunidades de mercado muito atraentes. Diante da demanda crescente e da oferta insuficiente e ultrapassada, investir em hotelaria pode gerar grandes resultados”, destaca Ricardo Ranauro, diretor-presidente da Calper.

O Blue Tree terá centro de convenções, sala de reunião, spa e fitness center, lazer na cobertura, piscina, bar molhado, sauna e sala de repouso. A empresa também investe em projetos fora da capital. É o caso do Nexus Hotel & Residences, em Macaé, no norte do estado.

Na Baixada Fluminense ainda há poucas ofertas de unidades hoteleiras. No entanto, as companhias já começaram a perceber o potencial de municípios como Duque de Caxias. A Rossi, por exemplo, em parceria com a Incortel, oferece na região o Best Western Multi Suítes, na Rodovia Washington Luiz. Já Queimados recebeu ano passado o primeiro apart-hotel da cidade. O Premier Flat vai ser construído pela Zoneng Engenharia e terá 156 quartos, duas lojas, centro de convenções, restaurante e opções de lazer.

“A proposta é atender às indústrias que chegam ao município e dar início à modernização da região”, diz Henrique Zonenschein, diretor da Zoneng.

Piscina do apart-hotel do Fusion Work%2C da João Fortes%2C em ItaguaíDivulgação

Primeiro quatro estrelas em Campos

A PDG também investe no segmento com o primeiro hotel quatro estrelas de Campos dos Goytacazes, no norte do estado. Com a bandeira do Golden Tulip, a administração será feita em parceria com a Brazil Hospitality Group (BHG).

O empreendimento terá restaurante, salas de reuniões, piscina na cobertura, academia, quartos equipados com ar condicionado, televisão com canais a cabo, minibar e acesso à internet.

“A demanda hoteleira é crescente no município, graças principalmente a procura do setor corporativo, ligado às atividades da indústria naval e petroleira. Esta é uma grande oportunidade de investimento”, destaca Cláudio Hermolin, diretor regional da PDG Rio.

Últimas de _legado_Imóveis