Polícia boliviana liberta empresário brasileiro sequestrado

Polícia realizou operações por conta própria, já que a família do empresário decidiu não fazer a denúncia e nem colaborar

Por O Dia

Bolívia - A polícia da Bolívia libertou um empresário brasileiro que foi sequestrado esta semana na cidade de Santa Cruz e por quem seus familiares tinham pagado US$ 250 mil a seus sequestradores, informou neste sábado o Ministério de Governo. O Ministério comunicou que o empresário foi sequestrado na terça-feira e resgatado na sexta-feira, após a detenção de dois de seus sequestradores e de duas mulheres que tinham em seu poder mais de US$ 149 mil, que eram parte do resgate.

A polícia realizou operações por conta própria, já que a família do empresário decidiu não fazer a denúncia, nem colaborou com os agentes à espera da libertação do empresário, segundo o Ministério. O ministro de Governo, Jorge Pérez, disse no comunicado que o empresário, cujo nome não foi revelado, foi encontrado em uma "casa precária, em um lugar bastante afastado" de Santa Cruz.

Na casa encontraram falsos uniformes policiais com os quais os sequestradores se disfarçaram na terça-feira passada para cortar a passagem em uma estrada, parar o veículo do empresário e sequestrá-lo. Os detidos, Ramiro Arturo e Javier Gutiérrez Burgos, foram apontados como os supostos autores intelectual e material do sequestro. As autoridades pediram a outro membro do grupo que se entregue após ter fugido com parte do dinheiro e anunciaram que ele está sendo procurado por oito equipes policiais.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência