Tufão Hagupit afetou 800 mil trabalhadores nas Filipinas, diz OIT

Organização Social do Trabalho vai disponibilizar US$ 1,5 milhão e apoiar o governo com a criação de empregos de emergência

Por O Dia

Filipinas - Cerca de 800 mil trabalhadores nas Filipinas foram atingidos pelo Tufão Hagupit, que afetou o seu meio de subsistência, informou nesta quarta-feira a Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Desses, cerca de 370 mil se encontravam em situação de emprego precário, viviam na pobreza e aceitavam qualquer trabalho que estivesse disponível, acrescentou a OIT em nota.

Tufão nas FilipinasDivulgação

No centro das Filipinas, 20% da população empregada foram afetados pelo tufão – mais da metade tinha empregos precários.

Em resposta ao impacto do Hagupit, a OIT vai disponibilizar US$ 1,5 milhão e apoiar o governo com a criação de empregos de emergência.

Os programas de emprego de emergência da OIT garantem salário mínimo, segurança social, seguro de saúde e acidentes e a segurança no local de trabalho, por meio de pessoal e equipamentos médicos, como máscaras, luvas e roupa.

"Não estamos apenas enviando dinheiro, muito necessário, para essas áreas, mas também ajudando os trabalhadores afetados a desenvolver novas competências, ganhar um salário decente e ter acesso a melhores condições de trabalho, incluindo proteção social", disse Lawrence Jeff Johnson, diretor do Gabinete da OIT para as Filipinas, citado pela Agência Xinhua, da China.

Com média de 20 tufões por ano, as Filipinas são o país com maior propensão a desastres naturais no mundo.

Últimas de _legado_Mundo e Ciência