CGU e Ministério Público realizam operação no Centro de Niterói

Ações visam cumprir 482 mandados de busca e apreensão em prédio da Avenida Amaral Peixoto

Por O Dia

Rio - A Corregedoria Geral Unificada (CGU) e o Ministério Público do Estado do Rio realizam, na tarde desta terça-feira, a Operação Dionísio, para cumprir 482 mandados de busca e apreensão em um prédio no Centro de Niterói. A ação conta com o apoio das corregedorias da Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros.

Na investigação, com o apoio da Inteligência da Secretaria de Segurança, foram colhidos indícios de envolvimento de policiais na exploração de atividades ilícitas dentro desse edifício. No local, os agentes procuram provas que evidenciem o envolvimento desses servidores com crimes de tráfico de drogas, agiotagem, prostituição, segurança ilegal e exploração de menores.

No prédio, na Avenida Amaral Peixoto, moradores de bem e comerciantes são obrigados a conviver com outros que usam os imóveis para atividades ilegais.

Segundo o levantamento realizado pela CGU e pelo Ministério Público, os cerca de mil moradores correm outro risco: laudos da Defesa Civil condenam a estrutura física e o grave comprometimento da rede elétrica do prédio, que não teria sequer extintores de incêndio.

Últimas de Rio De Janeiro