Delegado diz que maconha apreendida na Ilha seria vendida por até R$ 120 mil

Renato Silva da Cunha foi preso em flagrante com 300 quilos de maconha dentro de carro

Por cadu.bruno

Rio - Os 300 quilos de maconha apreendidos pela Delegacia de Combate às Drogas (DCOD) nesta quarta-feira à noite, na Ilha do Governador, seriam comercializados por aproximadamente R$120 mil. Segundo Márcio Mendonça, titular da DCOD, cada quilo da droga seria vendido por até R$ 400.

Renato Silva da Cunha, preso em flagrante, mas não disse à polícia a origem do entorpecente. "Chegamos até ele (Renato) após uma denúncia anônima. Vigiamos a casa e fizemos a prisão quando o acusado retirou um tabelete de maconha do carro", disse Mendonça.

Renato foi preso na Rua Sori com 358 tabletes prensados da droga em um Fiat Palio, com placa de Santa Catarina. O veículo será periciado, assim como a droga.

Polícia apreende 300 quilos de maconha dentro de carro na IlhaAlexandre Vieira / Agência O Dia


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia