PM e suspeito ficam feridos em UPP

Após prisões, moradores fazem protesto na comunidade Camarista Méier

Por O Dia

Rio - A prisão de dois suspeitos de tráfico de drogas por policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Camarista Méier, na Zona Norte, no fim da tarde deste sábado, deixou um PM e um dos detidos feridos. Após o episódio, ocorrido na localidade conhecida como Cachoeira Grande, moradores protestaram e fecharam a Autoestrada Grajaú-Jacarepaguá, que fica em frente à comunidade. Um terceiro homem, então, foi detido por depredar uma viatura policial.

Segundo a polícia, os agentes da UPP tinham ido checar denúncia de venda de drogas. Ao perceberem a chegada dos policiais, os suspeitos tentaram fugir, mas foram alcançados. Um deles, no entanto, entrou em luta corporal com um dos policiais. Os dois, em seguida, caíram de uma altura de cerca de sete metros. Feridos, eles foram levados para o Hospital Naval Marcílio Dias, onde permanecem em observação. Ambos não correm risco de vida. 

A Autoestrada Grajaú-Jacarepaguá teve as duas pistas fechadas no protesto contra a ação dos policiais. O caso foi registrado na 26ª DP (Todos os Santos).

Últimas de Rio De Janeiro