Operação da PM na Cidade de Deus deixa mais de 7.000 alunos sem aulas

Objetivo da polícia é prender o traficante Sardinha, que teria mandado atacar a UPP da comunidade na noite de domingo

Por O Dia

Rio - Policiais de diversas Unidades de Polícia Pacificadora e do Grupamento de Intervenções Táticas (GIT) das UPPs realizam desde as primeiras horas da manhã desta segunda-feira, uma operação na Cidade de Deus para prenderem os traficantes que atacaram a UPP da comunidade e feriram um PM na noite de domingo. Por conta disso, de acordo com a Secretaria Municipal de Educação, 7.068 alunos estão sem aulas, nas 16 unidades de ensino do local. Outros dois colégios da rede estadual também não estão funcionando.

>>> GALERIA: Policiais militares realizam operação na Cidade de Deus

O objetivo da operação é prender Luciano da Silva Teixeira, de 21 anos, conhecido como Sardinha, que seria o chefe do tráfico da Cidade de Deus e que teria mandado atacar a UPP, baleando o PM Vinícius Salles de Oliveira, de 28 anos. Ele tem seis anotações criminais (tráfico, receptação, homicídio, porte ilegal de arma) e um mandado de prisão por associação e produção para ao tráfico. O Disque-Denúncia (2253-1177) oferece uma recompensa de R$ 1mil por informações que levem a sua captura.

PMs do Grupamento de Intervenções Táticas das UPPs fazem operação na Cidade de Deus para prender traficantes que atacaram base da comunidadeSeverino Silva / Agência O Dia

Os policiais estão realizando uma busca na localidade conhecida como Loninha, onde o traficante estaria escondido. Apesar da operação, o comércio está funcionando normalmente.

PM é transferido para o hospital da corporação, no Estácio

Segundo testemunhas, por volta das 20h30 homens em uma moto amarela pararam o veículo na porta da UPP, na Estrada Marechal Miguel Salazar Mendes de Morais, e fizeram os disparos fugindo em seguida. Quatro PMs estavam na unidade e o cabo Vinícius Salles acabou sofrendo uma fratura no braço. O chão ficou coberto de sangue. A vidraça da entrada da unidade ficou estilhaçada. Inicialmente ele foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da comunidade e depois para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca. Ele foi transferido na manhã desta segunda para o Hospital Central da Polícia Militar, no Estácio, e segue em observação.

O PM Vinícius Salles de Oliveira%2C de 28 anos%2C ficou ferido no braço durante o ataque de traficantes a UPP da Cidade de Deus na noite de domingoDivulgação / WhatsApp do DIA (98762-8248)

No fim da noite da última terça-feira, outro PM da UPP da Cidade de Deus foi baleado também no braço durante um tiroteio com criminosos. Ele foi ferido na localidade do Karatê, durante um patrulhamento de rotina. A viatura da unidade foi atingida por pelo menos seis disparos. Depois de ser medicado no Lourenço Jorge ele foi liberado. Também não houve prisões nem apreensões.

Últimas de Rio De Janeiro