Por paulo.gomes

Rio - Policiais de diversas Unidades de Polícia Pacificadora e do Grupamento de Intervenções Táticas (GIT) das UPPs realizam desde as primeiras horas da manhã desta segunda-feira, uma operação na Cidade de Deus para prenderem os traficantes que atacaram a UPP da comunidade e feriram um PM na noite de domingo. Por conta disso, de acordo com a Secretaria Municipal de Educação, 7.068 alunos estão sem aulas, nas 16 unidades de ensino do local. Outros dois colégios da rede estadual também não estão funcionando.

>>> GALERIA: Policiais militares realizam operação na Cidade de Deus

O objetivo da operação é prender Luciano da Silva Teixeira, de 21 anos, conhecido como Sardinha, que seria o chefe do tráfico da Cidade de Deus e que teria mandado atacar a UPP, baleando o PM Vinícius Salles de Oliveira, de 28 anos. Ele tem seis anotações criminais (tráfico, receptação, homicídio, porte ilegal de arma) e um mandado de prisão por associação e produção para ao tráfico. O Disque-Denúncia (2253-1177) oferece uma recompensa de R$ 1mil por informações que levem a sua captura.

PMs do Grupamento de Intervenções Táticas das UPPs fazem operação na Cidade de Deus para prender traficantes que atacaram base da comunidadeSeverino Silva / Agência O Dia

Os policiais estão realizando uma busca na localidade conhecida como Loninha, onde o traficante estaria escondido. Apesar da operação, o comércio está funcionando normalmente.

PM é transferido para o hospital da corporação, no Estácio

Segundo testemunhas, por volta das 20h30 homens em uma moto amarela pararam o veículo na porta da UPP, na Estrada Marechal Miguel Salazar Mendes de Morais, e fizeram os disparos fugindo em seguida. Quatro PMs estavam na unidade e o cabo Vinícius Salles acabou sofrendo uma fratura no braço. O chão ficou coberto de sangue. A vidraça da entrada da unidade ficou estilhaçada. Inicialmente ele foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da comunidade e depois para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca. Ele foi transferido na manhã desta segunda para o Hospital Central da Polícia Militar, no Estácio, e segue em observação.

O PM Vinícius Salles de Oliveira%2C de 28 anos%2C ficou ferido no braço durante o ataque de traficantes a UPP da Cidade de Deus na noite de domingoDivulgação / WhatsApp do DIA (98762-8248)

No fim da noite da última terça-feira, outro PM da UPP da Cidade de Deus foi baleado também no braço durante um tiroteio com criminosos. Ele foi ferido na localidade do Karatê, durante um patrulhamento de rotina. A viatura da unidade foi atingida por pelo menos seis disparos. Depois de ser medicado no Lourenço Jorge ele foi liberado. Também não houve prisões nem apreensões.

Você pode gostar