Tiroteio deixa dois PMs feridos e provoca pânico em São Gonçalo

Policiais tentaram impedir roubo a carro que transportava carga de cigarros no bairro Lindo Parque

Por O Dia

Rio - Lotados no Hospital da Polícia Militar de Niterói (HPM-Nit), o sargento Marcelo de Santana Gomes dos Santos, 36 anos, e o cabo Carlos Eduardo Cabral Gomes, 34, foram baleados durante tentativa de assalto, no bairro Lindo Parque, em São Gonçalo, na manhã desta quarta-feira.

Os PMs, que estavam de folga, presenciaram quando criminosos tentaram roubar um caminhão de cigarros e deram voz de prisão aos bandidos, que reagiram efetuando disparos contra os policiais. Atingidos, os militares entraram no Gol preto de um deles e dirigiram até o Pronto Socorro de São Gonçalo (PSSG), no Zé Garoto, sendo perseguidos pelos assaltantes que estavam em uma moto e ainda atiraram diversas vezes contra o veículo.

O tiroteio provocou pânico em quem estava próximo à unidade de saúde. O automóvel ficou com cerca de dez marcas de tiros na lataria. O sargento foi baleado três vezes no abdômen e o cabo nas costas. Eles estão sendo submetidos a cirurgias.

Com isso, chega a 149 o número de policiais atingidos por tiros no Estado do Rio, somente este ano. Mais da metade foi vítima durante o trabalho. Do total de policiais na ativa, 51 estavam de folga e 89 estavam de serviço. Destes, 40 morreram.

Últimas de Rio De Janeiro