Ação contra pirataria apreende mercadorias na Feira da Providência

Agentes da Delegacia de Repressão aos Crimes contra a Propriedade Imaterial ainda não divulgaram os números

Por O Dia

Rio - Policiais da Delegacia de Repressão aos Crimes contra a Propriedade Imaterial (DRCPIm) realizam, nesta sexta-feira, uma operação contra a venda de produtos piratas na Feira da Providência, no Rio Centro, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Os agentes apreenderam dois mil relógios. Além disso, cinco senegaleses que estavam comercializando produtos falsificados foram levados à distrital. 

A ação desta data foi implementada após monitoramento de inteligência, tendo sido identificados estandes em que eram ofertados relógios imitando marcas renomadas, a preços entre R$ 30,00 e R$ 100. Os relógios comercializados nesses estandes não resistiram a um exame pericial de autenticidade.

Policiais apreenderam grande quantidade de relógios falsificados na Feira da Providência%2C nesta sexta-feiraDivulgação

Foram conduzidos até a delegacia cinco senegaleses, que serão responsabilizados pela prática de crime de violação da propriedade industrial. Os senegaleses afirmaram aos policiais que adquiriam os relógios falsificados no comércio estabelecido na conhecida Rua Vinte e Cinco de Março, na capital paulista, referência da venda de produtos falsificados em geral.

Os policiais também apreenderam outras mercadorias, como diversas peças de roupa falsificadas. Porém, o número ainda não foi contabilizado.

Últimas de Rio De Janeiro