Ciclistas querem que roubos e furtos de bicicletas sejam contabilizados

Projeto de lei que tramita na Assembléia Legislativa do Estado do Rio cria o termo 'roubos e furtos de bicicletas' nos registros de ocorrência da Polícia Civil

Por O Dia

Rio - Um grupo de ciclistas realizou um "bicicletaço", na manhã desta sexta-feira, na Lagoa, Zona Sul do Rio, para protestar contra o aumento da violência em ciclovias da cidade e em apoio à aprovação do Projeto de Lei nº 178/2015, que tramita na Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj).

De autoria da deputada estadual Martha Rocha (PSD), o projeto prevê a criação do subtítulo "roubos e furtos de bicicletas" nos registros de ocorrência da Polícia Civil, para que crimes deste tipo sejam contabilizados pelo Instituto de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro (ISP).

LEIA MAIS: Ciclista assalta pedestres a menos de 100 metros da casa de Pezão

Ciclistas protestaram nesta sexta-feira na Lagoa Rodrigo de Freitas contra a falta de segurança no RioReprodução Facebook

Os ciclistas reuniram na Lagoa Rodrigo de Freitas, na altura do Corte do Cantagalo, para o evento denominado "Pedal e Corrida da Paz". Eles se concentraram na altura do Restaurante Palaphita e deram uma volta completa em volta da lagoa.

Segundo o comandante eventual do 23º BPM (Leblon), Major Robson Dias, a Polícia Militar acompanhou o ato, que foi pacífico e sem registro de confusões.


Últimas de Rio De Janeiro