Caixas eletrônicos são alvo de assaltos violentos com uso de explosivos

Modalidade de assalto provoca enorme destruição e se tornou terror dos comerciantes

Por O Dia

Rio - Uma modalidade de assalto que se tornou o terror de comerciantes despertou moradores de Tingui, em Campo Grande, na madrugada de ontem. Quatro criminosos armados e encapuzados explodiram com uma granada um caixa eletrônico da Padaria e Churrasco do Juan. Eles fizeram três reféns durante 20 minutos e foram embora levando R$ 300 mil. Outro roubo semelhante aconteceu de manhã em Duque de Caxias: três caixas eletrônicos, também de uma padaria, foram explodidos com bombas de fabricação caseira. Os suspeitos não conseguiram pegar o dinheiro e acabaram fugindo.

Este tipo de assalto provoca uma destruição muito grande nos estabelecimentos comerciais, uma vez que para roubar o dinheiro dos caixas eletrônicos, os bandidos usam explosivos. Recentemente, até uma retroescavadeira foi utilizada.

Para levar R%24 300 mil de uma padaria em Campo Grande%2C bandidos usaram uma granada%2C causando estragos em todo o estabelecimentoFernando Souza / Agência O Dia

“Tudo o que tinha, o meu sustento, foi pelos ares. Agora é esperar tudo se resolver, aí ajeitar a loja e recomeçar do zero”, disse Juan da Silva, o dono da padaria. A explosão destruiu ainda um bar ao lado da padaria, que também pertencente a Juan. O prejuízo total, segundo ele, é de R$ 400 mil.

A ação começou por volta da meia-noite e meia de domingo. O padeiro Renato terminava de preparar a massa de pães e já iria embora. Ele fechou as portas internas e atendia um cliente e sua sobrinha, que compravam cerveja. Os três foram surpreendidos por quatro homens armados que os renderam. Depois do roubo, eles foram liberados. Ninguém ficou ferido.

A intenção dos criminosos era invadir a loja sem que ninguém visse. Para isso, levaram dois pés de cabra de uma picareta. Porém, como havia pessoas na padaria, acabaram fazendo elas reféns. Eles viraram para um ponto cego todas as câmeras de segurança e levaram o HD onde havia filmagens anteriores. O caso foi registrado na 35ª DP.

Dinamite destrói padaria

Em Caxias, na Baixada, por volta das 5h30, suspeitos invadiram uma padaria no bairro Pilar, na tentativa de roubar o dinheiro dos três caixas eletrônicos. Segundo testemunhas, os criminosos renderam clientes e funcionários e os levaram para os fundos da loja, enquanto usavam dinamites de fabricação caseira para destruir os equipamentos.

A explosão causou um dano significativo à porta da loja e aos caixas, mas não foi suficiente para abrir o compartimento onde fica o dinheiro. Os criminosos fugiram em seguida, sem levar nada. O caso foi registrado na 60ª DP (Campos Elíseos). Uma perícia foi realizada e testemunhas estão sendo ouvidas.

Ousadia cada vez maior

No início do mês passado, uma tentativa ousada de assalto aconteceu em Turiaçu, Zona Norte. Bandidos utilizaram uma retroescavadeira para arrombar a porta de um supermercado e roubar um caixa eletrônico. O crime foi planejado: um caminhão já esperava para fazer o transporte do caixa. No entanto, parte da retroescavadeira quebrou no momento em que levantava o equipamento, o que fez com que os bandidos fugissem do local.

No mês passado, 100 quilos de dinamite foram roubados, na BR-381, perto de Caeté, em Minas Gerais. Os explosivos pertenciam à empresa responsável pelas obras de duplicação da via. A polícia acredita que o material possa ser usado em assaltos.


Reportagem de Vinicius Amparo

Últimas de Rio De Janeiro