Após quatro anos, bonde de Santa Teresa volta a circular

Cartão-postal fará viagem do Largo da Carioca até o Largo do Curvelo em horário limitado

Por O Dia

Rio - Depois de quatro anos sem o cartão-postal de Santa Teresa e muitos prazos não cumpridos, passageiros vão poder, pela primeira vez, andar no bondinho. A viagem, no entanto, será bem curta e em horário limitado. Os novos amarelinhos vão circular do Largo da Carioca até o Largo do Curvelo, o que corresponde a 900 metros dos 10 quilômetros do percurso total.

Em meio às obras%2C cariocas e turistas se apertaram nas ruas ontemCarlo Wrede / Agência O Dia

Nesta fase de pré-operação, não haverá cobrança de passagem, e o serviço só vai funcionar de segunda a sábado, das 11h às 16h. “Para morador, esse trecho é quase nulo. É tão curto que vai ser muito mais para turista”, disse o morador do bairro Osmar Calixto, de 32 anos. “Já demorou tanto que só o que a gente espera agora é que o resultado seja uma obra bem feita”, completou.

A primeira promessa do governo estadual dizia que os bondes voltariam a circular até a Copa do Mundo de 2014. Depois, foram adiadas para o segundo semestre do mesmo ano. Já em 2015, a última vez que os moradores ficaram na expectativa foi em março. No início de julho, os veículos finalmente começaram a circular no trecho Carioca-Curvelo, mas só para testes, sem passageiros.

Para Tarciana Maciel, 41, dona do restaurante Estação do Chopp, a volta do bonde representa uma esperança de que o movimento melhore. “Só acredito vendo. Mas estamos muito confiantes agora, o bonde traz uma energia boa”, comentou. Comerciantes e moradores do bairro continuam a sofrer com as obras de recolocação dos trilhos nos demais trechos.

Reportagem da estagiária Amanda Prado

Últimas de Rio De Janeiro