Nomes exóticos motivam pessoas insatisfeitas a pedir troca na Justiça

De agosto de 2014 a julho deste ano, mais de 1.200 pessoas entraram com processos pedindo para que nome seja mudado

Por O Dia

Danuta Janis: A publicitária de 31 anos conta que nunca conseguiu fazer cadastros bancários por telefone. “Os atendentes sempre desligam achando que é trote”arquivo pessoal

Rio - Adisabeba. O nome esquisito da personagem de Susana Vieira na nova novela ‘A Regra do Jogo’ coloca em evidência quem tem nomes exóticos. O autor da trama, João Emanuel Carneiro, homenageou a capital da Etiópia ao batizar o papel da atriz.

Mas, na vida real, os nomes exóticos muitas vezes incomodam. Por isso, são muito frequentes os pedidos à Justiça para mudar o que consta na Certidão de Nascimento. De agosto de 2014 a julho deste ano, 1.250 insatisfeitos deram entrada em processos solicitando a mudança do nome de batismo na Diretoria Geral de Apoio aos Órgãos Jurisdicionais do Tribunal de Justiça do Rio (TJRJ). A maior parte, 1.017 casos, acabou sendo atendida.

“Os deferimentos têm ajudado os proponentes a eliminar uma série de problemas e até traumas que tinham em função de seus nomes, muitas vezes realmente estapafúrdios”, diz Andressa Santos, do setor de Estatísticas do Tribunal de Justiça. No início do mês, aliás, no mesmo órgão, o pedido de divórcio feito por uma mulher chamou a atenção na Vara de Família por causa de seu nome, digamos, bastante fora do convencional: Anal.

Situações vexatórias à parte, a maioria dos que têm nomes incomuns acaba mesmo é se divertindo com a situação. Os nomes extravagantes foram muito explorados nos personagens do jornalista Léo Montenegro, que assinava a coluna ‘Avesso da Vida’, sucesso no DIA, diariamente, durante 37 anos. É o caso do advogado Schwarzenegger Kappler, de 28 anos, de Petrópolis, na Região

“Meu pai (Jorge, 60) quis agradar minha avó, que era alemã e, ao mesmo tempo, seu ídolo no cinema (o ator Arnold Schwarzenegger, um dos ícones de filmes de ação de Hollywood)”, justifica “Schwaz” ou apenas “Neggeer”, que é como os amigos e parentes o chamam desde criança. Bem humorado e franzino, longe do perfil do fortão da telona, Schwarz conta que até um juiz chegou a fotografar seu nome numa petição e postar numa rede social com a legenda: “Caramba! Ele está entre nós!”. “Achei o maior barato”, lembra.

Derbena Floyd%3A Além do sobrenome de banda famosa%2C ela revela que seu pai lhe deu o primeiro nome pensando em verbena%2C tida como a flor da sortearquivo pessoal

Ao dar baixa no Serviço Militar, também ouviu piadinha. “O comandante da tropa brincou: ‘Puxa, você não pode ir embora agora. Precisamos de você com um fuzil na mão para proteger os cidadãos de bem, como nos filmes’”, recorda-se o advogado, às gargalhadas.

Motivo de brincadeiras, o nome chegou a atrapalhar situações românticas. Ao tentar oferecer música para a namorada Thayná numa rádio, entretanto, não conseguiu. “Ao dizer meu nome, o locutor respondeu: ‘Se você é o Schwarzenegger, engraçadinho, eu sou o Rambo’. E desligou o telefone.

Nomes de 'mentirinha' para não dar explicações

A publicitária Danuta Janis, 31, e a nutricionista Derbena Floyd, 30, de Volta Redonda, nem ligam para os nomes excêntricos dados pelo pai, João, 55, para homenagear Janis Joplin, a rainha do rock, e a banda britânica Pink Floyd. Mas confessam que sempre enfretam situações insólitas no dia a dia.

“Nas baladas, a gente sempre inventa nomes simples. Do contrário, temos que repetir mil vezes, soletrar, explicar a origem, enfim”, justifica Danuta, que no colégio era chamada de Danete.

Derbena conta que certa vez encontrou o ator Reinaldo Gianecchini na Praia de Ipanema. “Pedi um autógrafo e ele disse com ar de espanto: ‘Mas isso é seu nome mesmo?’. Depois, constrangido, tentou consertar, dizendoque era bem diferente, mas bonito”, lembra.

O juiz da Vara de Registro Público Marcius Ferreira orienta a quem se sente incomodado com o nome — o que não é o caso de Danuta e Derbena —, que solicite a alteração junto ao cartório em que foi registrado. O cartório, então, encaminha o processo à Justiça. O requerente tem que provar que é vítima de constrangimentos ou que o nome, associado ao sobrenome, forma duplo sentido.

Schwarzenegger%3A O advogado petropolitano diz que sofreu para aprender a escrever o nome na escola. “Mas nunca interpretei as brincadeiras no colégio como bullying"arquivo pessoal

Bibliotecária catalogou os nomes mais bizarros ao longo da carreira

Intrigada com os nomes diferentes com que se deparou ao longo de 35 anos de atendimento ao público na Fundação Joaquim Nabuco, no Recife (PE), a bibliotecária aposentada Maria do Carmo Andrade, 65, catalogou mais de 130 cidadãos que ganharam nomes para lá de feios ao nascer.

“Muitos pais não entendem que o nome é sagrado, uma espécie de etiqueta que, além de indicar a ascendência familiar, será carregado para o resto da vida. Na ânsia de demonstrar carinho e felicidade, erudição ou religiosidade, porém, acabam botando nomes bizarros nos filhos. Obviamente, eles terão muita dor de cabeça e constrangimentos irreparáveis a partir da idade escolar”,

Lembrando que a Lei 6.015/73, que regula os registros, diz no artigo 56 que “os oficiais não devem aceitar prenomes suscetíveis de expor ao ridículo os seus portadores”, Maria do Carmo cita algumas ‘pérolas da criatividade’ em cartórios brasileiros: Valdisnei (tentativa de homenagear Walt Disney), Caio Pinto Valente, Aeronauta Barata, Chevrolet da Silva Ford, Clarisbadeu Braz da Silva, Dolores Fuertes de Barriga, Kung Fu José e Kung Fu João (gêmeos), Nair Queijo, Zélia Tocafundo Pinto e Graciosa Rodela.

Por Joana Costa, editora de Rio de Janeiro

"É uma espécie de sina. A primeira Zorilda chegou na minha vida quando eu tinha 4 anos. Fui morar ao lado da casa dela. Garantiu a minha vitória em uma gincana escolar emprestando a certidão no desafio do nome mais exótico. A segunda Zorilda quase virou inimiga na apresentação. Eu já tinha mais de 30 anos quando me mudei para pertinho dela. Ri muito da coincidência ao saber seu nome. “Tá rindo de quê?”, perguntou irritada. Mas sorriu feliz ao descobrir que não era a única Zorilda do mundo. A primeira é a mais engraçada de uma família com cinco filhas: Zoraide, Zenaide, Zorilda, Zuleide e ... Maria José (?). Calma aí: o apelido é Zezé. A segunda Zorilda é séria. Mudei de endereço de novo. Mas... duas Zorildas bastam na vida de uma pessoa."

Os 100 nomes mais exóticos :

A
Alma de Vera
Amável Pinto
Antônio Rolão
Aeronauta Barata
Antonio Querido Fracasso
Alrirwertom Wescrelteniz Phissihoua

B
Bem_Hur Farias
Berta Rachou
Boaventura Torrada
Brasil Washington C. A. Júnior
Brucili Benedito da Silva

C
Carlos Valente Pinto
Cafiaspirina Cruz
Catupyan Holanda Cavalcanti
Chevrolet da Silva Ford
Clarisbadeu Braz da Silva

D
Daniel Tardio
Darcy Coloca
Darkson Stick Nick da Silva
Deolinda Marreca
Disney Chaplin Milhomem de Souza
Dolores Fuertes de Barriga

E
Erisônia Bispo de Oliveira
Epílogo de Campos
Espere em Deus Mateus
Eva Gina Melo
Evaldo Perfeito
Exupéria Branco

F
Felicidade do Lar Brasileiro
Franklinberg Ribeiro de Freitas
Francisco Reto Filho
Frankstein Junior (o pai se chamava João da Silva)
Free William da Silva

G
Generosa Farias
Gêngis Khan Camargo
Getúlio Vargas de Castro
Gigle Catabriga
Gilete Queiroga de Castro
Graciosa Rodela

H
Hamilton Coragem
Haroldo Batman
Helio Bicudo
Herbert Cordeiro Manso
Hermenegildo Calças
Horácio Treme Terra

I
Isabel Ignorada Campos
Ivanhoe Valente
Ivete de Abraão Sales Chaminé
Izabel Rainha de Portugal
Izuperiu Joaquim Pereira

J
Janice Bispo de Roma
Jesus Cruz
João Carlos Tortura
Joaquim Contente
José Praça

K
Kaelisson Bruno (homenagem ao grupo KLB-Kiko, Leandro e Bruno)
Kevinson Junior(o nome do pai era Rafael)
Kung Fu José e Kung Fu João (gêmeos)

L
Leidi Dai
Leonardo Mata Neto
Liberalino Liberal Brandão
Lírio do Prado
Luís Merenda

M
Maiquel Edy Marfy (seria Michael + Eddie Murphy?)
Maycom Géquiçom
Maria da Segunda Distração
Marcos Grilo
Marília de Dirceu Pinto Souza

N
Nair Queijo
Napoleão Bonaparte Príncipe dos Santos
Newton Marimbondo Vinagre
Nísia Floresta Brasileira
Nostradamus Brasileiro Do Acre

O
Oceano Atlântico Linhares
Olga Testa
Otavio Bundasseca
Otelino Sol
Ótima Átila Dantas
Outubrino Correia

P
Pacífico Armando Guerra
Patrick Itambé da Silva (homenagem ao ex-piloto francês de F1 Patrick Tambay)
Paulo Carneiro Bravo
Pedro Tocafundo
Pombinha Guerreira Martins

R
Recemvindo Pereira
Remo Longo
Rivon l’Amour
Roberto Kennedy Oliveira dos Santos
Rolando Caio da Rocha

S
Saturnino Ponte do Norte
Selênio Homem de Siqueira
Sincero Borges
Sudário Augusto Pereira
Soubrasil Madeira de Lei

T
Tarzan de Castro
Terezinha do Menino Jesus de Freitas
Terezinha Tosse
Tom Mix Bala
Tranquilino Viana
Tropicão de Almeida

U
Ubiratan Palestino Oriente
Universo Cândido
Urano Magalhães
Ursino Tanajura

V
Valentim Pereira Assombrado
Vera Lama
Victor Hugo da Incarnação
Virtuosa Doutora dos Anjos
Voltaire do Coração de Jesus

W
Waldemar Ponta Dura
Washington Luis Moço
Wladimir Paraná do Brasil

X
Xilderico Alarico de Freitas
Xisto Zeno Valones

Y
Yale Bica
Yoisalva Dos Santos
Yolanda Gomes Escola Mayor

Z
Zélia Tocafundo Pinto
Zitelman José dos Santos
Ziuton Oliveira
Zurivel de Carvalho
Zyvane Fogaça


Últimas de Rio De Janeiro