Por marcelle.abreu
Competições são realizadas pela Ong Sublime%2C em Belford Roxo Divulgação

Paralimpíada da Cidadania, organizada pela ONG Sublime, com patrocínio da Bayer, chega a sua 10ª edição cumprindo a missão de estimular a prática esportiva entre pessoas com deficiência de diversos municípios do estado do Rio de Janeiro. As provas serão realizadas nos dias 26 e 27, em Belford Roxo.

Durante a abertura, no dia 26, no Clube Bayer, em Belford Roxo, a equipe de rúgbi em cadeira de rodas da Associação Santer de Ação Comunitária fará uma demonstração do esporte, que se tornou modalidade paralímpica oficial em 2000, em Sidney, com objetivo de inspirar os atletas da competição esportiva comunitária da Baixada Fluminense.

No dia seguinte, a equipe da Alfabarra Clube de ginástica rítmica, da professora Daisy Barros, primeira campeã brasileira internacional da modalidade, se apresentará antes das provas paralímpicas para motivar os participantes do segundo e último dia da competição. Durante o evento, mais de mil atletas irão praticar diversas modalidades, entre elas, natação, tênis de mesa, futsal, atletismo e habilidades motoras, que incluem o vôlei adaptado, cabo de guerra e bola ao alvo.

Coordenador da Paralimpíada da Cidadania desde a primeira edição, em 2006, Antônio José da Silva Resende, conselheiro Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência, avalia os dez anos de competição como de muitias conquistas.

Os competidores são moradores de Belford Roxo, Mesquita, Belford Roxo e de Paty do Alferes, do Rio, Niterói e Pinheiral. A entrada é gratuita.

Você pode gostar