Município de Itaboraí vai criar polo industrial

Prefeitura finaliza projeto que prevê áreas para instalação de empresas no entorno do Comperj

Por O Dia

Rio - De olho na atração de indústrias de transformação, logística e apoio à construção naval, o município de Itaboraí vai criar um polo industrial para aproveitar os benefícios trazidos pela instalação do Complexo Petroquímico do Estado do Rio de Janeiro (Comperj) e as obras do Arco Metropolitano. “Primeiro vamos definir onde será a zona industrial e o aeroporto da cidade. Depois veremos como atrair os investidores. A ideia é buscar isenção tributária junto ao governo do estado”, adiantou o prefeito Helil Cardozo, em entrevista ao DIA.

Prefeito conclui Plano Diretor para buscar incentivo tributário do estadoDaniel Castelo Branco / Agência O Dia

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Luiz Fernando Guimarães, explicou que a prefeitura aguarda a finalização do novo Plano Diretor para estabelecer o zoneamento da área onde será construído o polo industrial do município. A partir daí, serão definidos os locais onde as indústrias poderão se instalar e uma política fiscal específica para essa área.

“Os incentivos fiscais serão garantidos considerando aspectos como a qualidade e quantidade dos empregos gerados, o tratamento dado aos empregados e a política ambiental da empresa”, disse ele.

O polo industrial será dividido em dois locais: uma área que será extensão de um pequeno condomínio industrial, já existente no bairro Engenho Velho, e outra área na BR-493, onde passará o Arco Metropolitano, que se chamará Polo Industrial Geração II. O projeto tem apoio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços, por meio da Companhia de Desenvolvimento Industrial (Codin).

“A instalação do polo industrial deverá gerar mais emprego e renda e ajudar a manter a circulação financeira dentro do município. A expectativa é trazer empresas não só do estado, mas também de fora”, disse o prefeito. A previsão é que o Plano Diretor seja concluído dentro de dois meses.

?Índices do município melhoram

No recém-lançado Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal, Itaboraí saltou da 68ª para a 44ª posição. “A cidade vem evoluindo desde 2005 e, em 2011, cresceu 8% em relação a 2010. Enquanto todo o país estava em recessão, Itaboraí cresceu. Os índices de maior destaque foram emprego e renda e saúde, com 11%. Educação melhorou, mas não subiu tanto, 3%”, explicou o especialista em Desenvolvimento Econômico do Sistema Firjan, Jonathas Goulart. Ele acredita que essa melhora se deve ao Comperj.

Últimas de _legado_O Dia no Estado