Nelson Vasconcelos: O Natal está chegando!

Eis aqui algumas sugestões de presentes bons, bonitos e baratos. São obras para todos os gostos e que não vão doer no seu bolso

Por O Dia

Rio - Pesquisa do Instituto Pró-Livro divulgada este ano mostrou que 44% dos brasileiros não costumam ler livros. Uma pena, porque a leitura faz a diferença para quem quer melhorar de vida. Em benefício de todos, vamos então aproveitar que teremos um Natal em breve e começar a mudar esse cenário. Por isso, eis aqui algumas sugestões de presentes bons, bonitos e baratos. São obras para todos os gostos e que não vão doer no seu bolso.

Tudo verdade I — Você lembra do maluco que pousou um avião com 155 pessoas no Rio Hudson, em Nova York, em 2009? Não era maluco, claro, mas um piloto muito competente, que salvou a vida desse povo todo, evitando um acidente que poderia ser gigantesco e tornando-se herói da aviação. A história toda está em ‘Sully – O herói do Rio Hudson’. É tão boa que até virou filme com Tom Hanks.

Tudo verdade II — Eis um livro que vai deixar o leitor entretido durante umas boas horas. ‘As 100 piores ideias da História’ mostra invenções, atitudes e hábitos que nunca deveriam ter saído da cabeça de ninguém. No meio das curiosidades, a gente acaba aprendendo algo de bom. Tem até a história de um presidente americano que começava o dia nadando pelado no rio... Povo estranho, né não?

Imperdível — ‘Os invernos da ilha’, de Rodrigo Duarte Garcia, é certamente uma das melhores surpresas da literatura brasileira este ano. Romance ao estilo clássico, viajando entre o século 16 e o presente, o livrão me acompanhou durante algumas madrugadas de insônia. Recomendado para quem gosta de esquecer da vida.

Eu, hein — Imagine um feto narrando o plano da própria mãe para matar seu pai com a ajuda do amante dela. Pode parecer doideira, mas é apenas ‘Enclausurado’, o mais recente romance do britânico Ian McEwan, que sabe tudo de tudo. Será que o feto conseguirá evitar o crime? Confira.

É coisa nossa — O ‘Dicionário da história social do samba’ acaba de receber o Jabuti, principal prêmio do mercado editorial brasileiro. Mereceu. A obra dos mestres Nei Lopes e Luiz Antonio Simas é uma grande aula sobre nossa cultura. Impossível não seguir adiante, verbete após verbete.

Para ler e ver — Leitores curiosos vão gostar muito de ‘100 coisas que cem pessoas não vivem sem’, do Andre Arruda. Ele entrevistou e registrou famosos e anônimos com seus objetos indispensáveis. Uma experiência muito rica e original. Esgotado nas livrarias, ainda está à venda no site https://andrearruda.minestore.com.br/.

Nelson Vasconcelos é jornalista

Últimas de Opinião