Polícia comprova através de câmeras que pedreiro sequestrou Ana Carolina

'Sequestro está provado. Não tenho dúvida', disse a delegada que investiga o caso. Menina ainda não foi encontrada

Por O Dia

Rio - A Polícia Civil já comprovou que o pedreiro Alfredo Santos de Oliveira, de 53 anos, é o responsável pelo sequestro de Ana Carolina Flor dos Santos, de 6 anos. Agora a Polícia Civil permanece realizando buscas para descobrir o paradeiro da menina. "O sequestro está provado. Isso eu não tenho menor sombra de dúvida", disse a delegada nesta sexta-feira.

Com imagens de câmeras de segurança da Avenida Edgar Romero e outra rua próxima, alinhado ao depoimento de uma testemunha, a polícia identificou Alfredo nas imagens. Segundo a titular da Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA) Elen Souto, uma testemunha relatou que Alfredo aparentava estar alterado quando deixava a comunidade. Com pressa, o pedreiro puxava a menina pelas mãos.

Alfredo que é usuário de cocaína, tem passagem na polícia por por lesão corporal contra a ex-mulher. Durante a investigação, a polícia descobriu, mesmo sem registro, que há um ano atrás, Alfredo teria tentado abusar da ex-enteada, que na época era menor de idade.

O pedreiro já teve a prisão preventiva decretada e se contradisse diversas vezes quando prestou depoimento à polícia. Num primeiro momento, Alfredo alegou que passou todo o dia em casa consumindo bebida alcoólica e cocaína. Após ver as imagens de segurança, o pedreiro afirmou que foi a um bar na comunidade da Serrinha, na companhia da menina e depois teria deixado ela no local. 

O proprietário do estabelecimento comercial onde Alfredo trabalha também já prestou depoimento. A polícia já realizou uma perícia no endereço que fica em Vicente de Carvalho, também na Zona Norte, como conta a delegada.

LEIA MAIS

Preso suspeito de raptar a pequena Ana Carolina no último sábado

Polícia investiga desaparecimento de criança na Zona Norte

Ana Carolina Flor dos Santos está desaparecida desde o dia 26Reprodução Facebook

"Na casa onde Alfredo trabalha como pedreiro foram coletados materiais para na análise. A perícia foi feita no estabelecimento e logo em seguida, o local foi interditado", disse.

Ana Carolina está desaparecida desde o último sábado, dia 26. A mãe da menina, Marta Vieira Flor, de 31 anos, segue internada no hospital já que deu à luz, ontem, um menino.

Reportagem da estagiária Julianna Prado

Últimas de Rio De Janeiro